Início / Blog / Matemática / Podemos contar o inimaginável? – Métodos de contagem

Podemos contar o inimaginável? – Métodos de contagem

Responsive Image

Quantas pessoas há numa passeata?

Quantos fios de cabelo há na sua cabeça? Quantas estrelas há no céu? Quantos pedaços de pizza você come na vida? Quantas pessoas nascem por dia? Quantos zoológicos há no mundo?

Estimativa de quantidade

Quando aprendemos o que é número, é natural querermos contar tudo que percebemos ser contável. Esse é o motivo da invenção (ou descoberta) dos números. Em algumas situações, pode ser impossível contar com precisão, mas às vezes apenas ter uma ideia do total é suficiente. Por mais absurdo que o problema pareça, ter uma noção ou uma estimativa da quantidade de algo pode estar ao alcance de qualquer um, desde que tenha conhecimentos prévios sobre a situação e sobre os métodos de contagem.

Por exemplo

Você saberia dizer quantos afinadores de piano tem na cidade de São Paulo? Parece absurdo estimar isso, não? Eu não toco piano, não conheço nenhum afinador de piano e nem tenho grandes conhecimentos prévios disso. Mas se eu me fizer algumas perguntas certas, posso ter uma ideia razoável e certamente melhor do que um simples chute no escuro. Por exemplo, quantas pessoas há na cidade de São Paulo? Quantas casas há na cidade de São Paulo? Em quantas casas que já visitei havia um piano? Talvez 10, talvez 20… Quantos pianos um afinador de piano costuma afinar periodicamente? Perceba que em vez de simplesmente responder “Vichi! Você está perguntando para a pessoa errada.”, é possível chegar a uma estimativa ligando idéias por meio de perguntas simples.

É possível estimar o número de peixes num lago?

Veja que ideia interessante: primeiro pesque num lago um certo número de peixes (não precisa ser todos, mas o número estará mais próximo da realidade quanto maior for o número de peixes pescados). Digamos que foram pescados 100 peixes. Em seguida, pinte com uma tinta que não sai na água todos esses 100 peixes e os devolva ao lago. Após esperar um tempo, pesque novamente 100 peixes. O que a gente espera? Esperamos que alguns desses peixes estejam pintados. Digamos que 20 deles estejam, ou seja, temos 20% de peixes pintados nessa nova pesca. Isso quer dizer que aqueles 100 peixes pintados inicialmente correspondem a 20% do número de peixes do lago. Com uma regra de três simples, podemos estimar que 100% resulta em 500 peixes!

Créditos da Imagem: James Cridland

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a opinião do Hexag.

Compartilhe

Sobre o autor

Coelho

Coelho é professor de Matemática no Hexag Vestibulares.

Comentários

Responsive Image