Início / Blog / Atualidades / As consequências das queimadas e como elas afetam o meio ambiente

As consequências das queimadas e como elas afetam o meio ambiente

Responsive Image

Entender o motivo das queimadas e quais são as consequências delas é essencial na sua preparação para o Enem e o vestibular. Mas não só para isso, também é fundamental para o nosso entendimento como pessoa, já que se trata de um assunto tão importante que afeta a vida de todos. Afinal, quando falamos de meio ambiente, falamos sobre o nosso planeta, a nossa casa. 
 
As razões pelas quais as queimadas acontecem são muitas. Essa é uma prática que vem de muito tempo atrás. O problema é que, muitas vezes, esses incêndios acontecem em regiões que deveriam ser protegidas e que podem causar perdas muito importantes para o meio ambiente, provocando o desmatamento, a destruição da fauna e muito mais. 
 
Quer se atualizar e saber mais sobre o assunto? Continue a leitura e confira muito mais neste artigo. 
 

Por que acontecem as queimadas?

 
Desde o período colonial o brasileiro utiliza a queimada como uma técnica agrícola para retirar a cobertura vegetal original e preparar o solo para o plantio ou a formação de pastagem. Até hoje essa técnica é usada, principalmente por ser rápida e barata, e pode ser considerada uma ferramenta de fertilização do solo, considerando que as cinzas que restam seriam um tipo de adubo natural.
 
No entanto, os malefícios das queimadas são muito maiores que os benefícios, já que a técnica prejudica toda a biodiversidade do local, empobrece o solo, emite gases tóxicos na atmosfera e muito mais. Com base nisso, foram criadas leis para monitorar esse tipo de atividade e proibir em locais de grande perda para o meio ambiente.
 
Mesmo assim, vemos episódios de grandes queimadas até hoje, principalmente nas nossas áreas brasileiras mais produtivas: o cerrado, o pantanal e a amazônia. São os biomas que mais sofrem com as queimadas ilegais. 
 
Os números de destruição, inclusive, são muito grandes. Em 2019, de janeiro a agosto, um total de 113.743 km² foi destruído pelas queimadas no Brasil, segundo o WWF-Brasil com dados do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais)
 

Quais são as principais causas das queimadas?

 
Além da técnica agrícola, existem outros fatores que ocasionam as queimadas. Confira os principais abaixo. 
 

Desmatamento

 
Queimam as plantas menores para facilitar o corte das árvores de médio e grande porte.
 

Colheita manual de cana-de-açúcar

 
Para facilitar o corte, queimam os canaviais com o objetivo de limpar o terreno. Essa prática ainda é comum hoje em dia.
 

Vandalismo

 
Diversos acidentes acontecem por causa de pessoas que jogam bituca de cigarro nas margens de estradas, rodovias e terrenos abandonados.
 

Balões e fogos de artifício

 
Os balões são famosos em festas juninas, e os fogos de artifício em todo tipo de comemoração. O problema é que eles podem cair nas florestas e provocar incêndios. É um tipo de queimada causada por negligência. 
 

Disputa de terra

 
Quando proprietários de terra provocam incêndios de forma intencional motivados pela disputa de terra, são consideradas queimadas criminosas. 
 

Falta de chuva

 
Podem ocorrer queimadas provocadas pelo clima quando a umidade do ar está muito baixa no ar e no solo. Geralmente acontece em regiões de pouca chuva. 
 

Queimadas no Brasil

 
As queimadas no Brasil vêm crescendo de um modo muito acelerado nos últimos anos. Em 2019 houve um aumento de 150% de incêndios na Amazônia comparado com o ano anterior. Em 2018, foram queimados 17.553 km², enquanto em 2019 o número chegou a 43.753 km², segundo a WWF-Brasil. 
 
No pantanal, que abrange territórios de Brasil, Bolívia e Paraguai, o número de casos aumentou 189% entre janeiro e julho de 2020, comparado ao mesmo período de 2019, segundo o INPE. 
 
O cerrado também sofre muito com as queimadas no Brasil. No ano passado, foi o bioma mais atingido, com um acumulado de 63.698 km² de queimadas, segundo o INPE.
 

Consequências para o Meio Ambiente

 
Seja no cerrado, no pantanal ou na amazônia, as queimadas trazem graves consequências. Elas são consideradas uma ação antrópica, ou seja, são ações humanas que provocam grande impacto no meio ambiente. Neste caso, estamos falando de impactos negativos, já que causam o desequilíbrio ecológico. Alguns desses impactos ambientais são estes listados abaixo.
 

  • Redução da biodiversidade.
  • Favorecimento de erosões devido à retirada da cobertura vegetal.
  • Favorecimento de formação de voçorocas.
  • Aumento do pH do solo.
  • Piora da qualidade do ar devido à fumaça.
  • Destruição de microorganismos do solo.
  • Redução do teor de matéria orgânica no solo.
  • Redução da capacidade de infiltração de água no solo.
  • Menor reabastecimento do lençol freático.
  • Aumento da concentração de CO2 na atmosfera.

 
É por isso que o monitoramento das queimadas e o cumprimento da lei são tão importantes. 
 
Agora você já sabe mais sobre as consequências das queimadas, porque elas acontecem e como afetam o meio ambiente. Para saber mais sobre tópicos que podem cair no Enem e no vestibular, acesse o Blog do Hexag Medicina e confira nossos artigos. 

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a opinião do Hexag.

Compartilhe

Sobre o autor

user

Comentários

Responsive Image

Bitnami