22/12/2021 Atualidades

Demografia e envelhecimento populacional

Escrito por Hexag Educação @hexagmedicina
Demografia e envelhecimento populacional

O envelhecimento populacional é resultado da queda da taxa de natalidade e do aumento da expectativa de vida. Esses dois fatores contribuem para profundas mudanças demográficas em todo o mundo. Continue lendo para entender mais sobre esse tema atual e que pode ser abordado no Enem e vestibulares na redação ou na forma de questões.

Envelhecimento populacional: fenômeno demográfico

Em quase todos os países o número de nascimentos está em queda e a expectativa de vida dos idosos vem crescendo. Obviamente, cada nação tem seu ritmo de queda de natalidade e aumento da expectativa de vida, contudo, esse fenômeno desencadeia um processo de envelhecimento populacional global. Esse é um fenômeno decorrente de uma série de fatores e leva a diversas consequências econômicas relevantes. 

Causas do envelhecimento populacional

De maneira geral, o envelhecimento populacional é um fenômeno demográfico decorrente da queda da taxa de fecundidade e não necessariamente da queda da taxa de mortalidade. Uma população envelhece à medida que tem maior número de idosos. Para que isso ocorra, é necessário que haja redução do número de nascimentos, o que caracteriza uma menor taxa de fecundidade. 

Lembrando que outros fatores também contribuem para esse processo de envelhecimento de consolidar. Por exemplo, no Brasil a expectativa média de vida aumentou consideravelmente nos últimos anos. Atualmente, essa média é de 76,7 anos. Além disso, fatores como acesso à saúde e melhor qualidade de vida contribuem para esse processo, assim como educação e acesso à informação.

Quando esses elementos são somados, chegamos a um envelhecimento populacional mais saudável. O conhecimento e as condições de acesso à saúde permitem que a população saiba se cuidar melhor, tendo uma qualidade de vida elevada. A sociedade brasileira está vivenciando um envelhecimento populacional mais saudável e duradouro. 

Envelhecimento populacional: quais são os impactos e consequências?

O envelhecimento populacional é uma mudança estrutural das sociedades e, obviamente, leva a uma série de impactos e consequências. Nem sempre tais consequências são positivas, embora ter uma população idosa leve a melhorias nas condições políticas e sociais de uma nação. 

Esse processo de envelhecimento da sociedade de um país acarreta no aumento de demandas sociais e econômicas. A política previdenciária é uma das mais afetadas precisando levar em consideração fatores como:

– Aposentadoria e assistência social para os idosos;

– Definição da idade mínima para se aposentar;

– Proteção social.

No tocante a políticas, é necessário considerar as demandas específicas que essa parcela da população tem, como o lazer, por exemplo. Apesar de parecer algo simples, exige investimento. Quando se tem um maior número de idosos, é preciso trabalhar no desenvolvimento de leis e investimentos que levem ao amparo desses indivíduos.

Uma das questões econômicas que mais geram preocupação é o desequilíbrio entre o número de idosos e indivíduos componentes da população econômica ativa (PEA). Alguns países já vivem um momento em que a população idosa supera consideravelmente a parte da população responsável pela geração de riquezas. A manutenção sustentável dessas sociedades é um grande desafio para os gestores.

O envelhecimento populacional no planeta

Desde o século XIX, o envelhecimento populacional em escala global é uma realidade que precisa ser observada com atenção. Nos últimos tempos, esse aumento da população idosa vem sendo observado principalmente em nações subdesenvolvidas. Nos países mais pobres, houve queda das taxas de natalidade e fecundidade, assim como o aumento da expectativa de vida da população.

Trata-se de um fenômeno demográfico relativamente novo, que primeiro se manifestou nos países mais desenvolvidos, entre meados dos séculos XIX e XX. A elevação do nível de vida da população é o principal fator relacionado a essa mudança.

A urbanização das cidades, melhores condições de higiene pessoal, saneamento básico e alimentos de maior qualidade nutricional contribuíram sensivelmente para uma vida mais longa e próspera. 

Os países subdesenvolvidos têm passado por esse fenômeno demográfico mais recentemente porque tiveram acesso a melhores condições de vida somente a partir dos anos 1960. 

Envelhecimento populacional na Europa

A Europa é o continente mais “avançado” nesse processo de envelhecimento populacional. Países como Portugal, Espanha, Holanda, Bélgica, Itália e Reino Unido têm enfrentado esse problema social nos últimos anos.

Os sistemas previdenciários dessas nações consomem boa parte do PIB, pois há um número considerável de idosos e um número relativamente pequeno de população economicamente ativa. 

Essa lógica gera uma série de dificuldades para que os custos previdenciários sejam devidamente cobertos e seja oferecido o amparo necessário para quem está na melhor idade. Como tentativa de reverter essa situação, os países do velho continente vêm criando políticas especiais como:

 – Incentivo de migração para ter mais pessoas economicamente ativas;

– Bolsas financeiras;

– Incentivos econômicos para os casais que desejam ter um ou mais filhos;

– Melhores oportunidades de trabalho e renda.

Envelhecimento populacional no Brasil

A partir da década de 1970, a população brasileira absoluta aumentou consideravelmente. Desde esse momento, o número de idosos vem crescendo, nosso país caminha rumo ao envelhecimento populacional. Melhores condições sociais, assistência e políticas de amparo vêm contribuindo para esse processo. 

Quais são as soluções para a questão do envelhecimento populacional?

Dentre as possíveis soluções para a questão do envelhecimento populacional destacamos:

– Melhor planejamento familiar;

– Investimentos mais significativos no sistema previdenciário;

– Políticas focadas no amparo e auxílio dos idosos;

– Projetos de inclusão dos idosos no mercado de trabalho;

– Política de prevenção de doenças;

– Geração de renda para os idosos.

O fenômeno demográfico do envelhecimento populacional é uma realidade que precisa ser considerada.

Retornar ao Blog