23/07/2021 Biologia

Como se forma o câncer?

Escrito por Hexag Educação @hexagmedicina
Como se forma o câncer?

Você sabe o que é e como se forma o câncer? Esse termo abarca mais de 100 tipos de doenças malignas que têm um ponto em comum: o crescimento desordenado de células. Essas células invadem tecidos adjacentes ou órgãos distantes. Com uma divisão bastante rápida, podem ser bastante agressivas e incontroláveis, levando à formação de tumores que, por sua vez, têm a capacidade de se espalharem por diferentes partes do corpo.

Há diferentes tipos de câncer, estes são correspondentes aos diferentes tipos de células do corpo. Cânceres que têm seu começo em tecidos epiteliais, como mucosas ou pele, são chamados de carcinomas. Já os cânceres que começam nos tecidos conjuntivos como músculo, osso ou cartilagem são chamados de sarcomas.

Os cânceres podem ser diferenciados, ainda, pela sua capacidade de invadir tecidos e órgãos (vizinhos ou distantes) e sua velocidade de multiplicação das células. Continue a leitura para saber mais sobre o assunto e entender como se forma o câncer.

Entenda como se forma o câncer

O surgimento do câncer tem início a partir de uma mutação genética, ou seja, quando há uma alteração no DNA da célula. Quando isso ocorre, a célula passa a receber instruções erradas para realizar as suas atividades.

Essas alterações podem acontecer em genes especiais, que são chamados de proto-oncogenes, inicialmente inativos em células normais. Após serem ativados, os proto-oncogenes se transformam em oncogenes. A partir de então, eles transformam células normais em células cancerosas.

Três partes da célula

As células constituintes dos animais são formadas a partir de três partes:

Membrana celular: essa é a parte mais externa da célula.

Citoplasma: trata-se do corpo da célula.

Núcleo: é onde estão contidos os cromossomos que são compostos de genes.

O que são genes?

Genes funcionam como arquivos que guardam e fornecem informações pertinentes para organizar formas, estruturas e atividades das células. A informação genética está toda inscrita nos genes em uma espécie de “memória química”, o ácido desoxirribonucleico (DNA). Os cromossomos passam as informações do funcionamento da célula através do DNA.

Carcinogênese ou oncogênese

Recebe o nome de carcinogênese ou oncogênese o processo de formação do câncer. Trata-se de um processo que acontece quase sempre lentamente, podendo levar anos até que uma célula cancerosa se prolifere e origine um tumor visível. O início, inibição ou progressão do tumor geralmente resultam de efeitos cumulativos de diferentes agentes cancerígenos ou carcinógenos.

A exposição, frequência e interação com esses agentes levam ao processo de carcinogênese. Porém, é necessário observar as características individuais que podem dificultar ou facilitar a instalação de dano na célula. O processo ocorre em três estágios que apresentaremos abaixo.

Os três estágios da carcinogênese

Como mencionamos acima a carcinogênese acontece em três estágios, entenda melhor cada um deles a seguir.

Estágio de iniciação

No primeiro estágio, os genes sofrem a ação dos agentes cancerígenos que levam a modificações em alguns deles. Nesta etapa, há alterações genéticas nas células, porém, não é possível observar um tumor clinicamente ainda. As células são preparadas nessa fase para passar pela ação de um segundo grupo de agentes.

Estágio de promoção

Nesta etapa, as células já estão geneticamente alteradas, isto é, “iniciadas” para o processo. Essas células passam, então, pela ação dos agentes cancerígenos chamados de oncopromotores. Gradual e lentamente, a célula que foi iniciada é convertida em célula maligna. É importante ressaltar que, para que aconteça essa transformação, é necessário um contato longo e continuado com o agente cancerígeno promotor.

Inclusive, a suspensão no contato com o agente cancerígeno pode, muitas vezes, interromper o processo nessa fase. Alguns exemplos de fatores que promovem essa transformação de células iniciadas em malignas são certos componentes da alimentação e exposição demasiada a hormônios.

Estágio de progressão

É o período em que acontece a multiplicação descontrolada e irreversível das células que foram alteradas. No estágio de progressão, o câncer já se instalou e se mantém evoluindo. Surgem, então, as primeiras manifestações clínicas da doença.

Os fatores que promovem a iniciação ou progressão da carcinogênese recebem o nome de agentes carcinógenos ou agentes oncoaceleradores. O fumo, por exemplo, é um agente carcinógeno completo, uma vez que possui componentes atuantes nos três estágios da carcinogênese.

Quais são as possíveis causas do câncer?

O câncer é resultado de mutações genéticas que, por sua vez, podem resultar de questões internas (como doenças) ou externas (ambientais). Cânceres podem surgir em decorrência de:

Radiação intensa

Por meio de exposição solar, aparelhos de ressonância magnética ou solário. Um exemplo é o câncer de pele.

Inflamação crônica

O câncer ocorre devido à inflamação de algum órgão, como o intestino, por exemplo.

Tabagismo

Como citamos anteriormente, o cigarro pode ser uma fonte de geração de câncer, como é o caso do câncer de pulmão.

Vírus

Alguns vírus, como o da hepatite B ou C ou o papiloma humano, podem levar ao desenvolvimento de câncer de útero ou fígado.

Há diversos casos em que a causa do câncer é desconhecida, essa doença pode se desenvolver em qualquer órgão ou tecido, se espalhando para outras partes do corpo pelo sangue. Cada tipo de câncer é nomeado conforme o local em que se encontra.

Agora você já sabe o que é e como se forma o câncer. Para conferir mais conteúdos sobre biologia, além de dicas para o Enem e o vestibular, navegue pelo blog do Hexag Medicina!

Retornar ao Blog