26/11/2020 Biologia

O que é botânica?

Escrito por Hexag Educação @hexagmedicina
O que é botânica?

A botânica é o ramo da biologia que estuda as plantas e, embora essa definição seja verdadeira, não expressa toda a amplitude do conceito. Sendo assim, se deseja entender o que é botânica de forma mais ampla, conhecendo um pouco mais sobre as suas várias linhas de pesquisa, é só continuar a leitura. Vamos lá?

O que é botânica e qual a sua importância?

A biologia é o estudo da vida, um conceito um tanto quanto amplo e que, por isso, precisou ser dividido em diferentes áreas. Uma delas é a botânica ou biologia vegetal, que estuda as plantas, seu funcionamento e estrutura, incluindo, também, fatores ambientais que afetam seu desenvolvimento.
 
O estudo da botânica é importante porque as plantas são a principal fonte de vida na Terra. Elas nos fornecem alimento, oxigênio e matéria-prima para a fabricação de inúmeros outros itens importantes, como combustíveis e remédios, apenas para citar dois exemplos. Por tudo isso, os seres humanos sempre se interessaram pelas plantas.

Observe alguns pontos que provam a importância da botânica.

  • A botânica estuda diferentes tipos de plantas e seus usos, beneficiando os campos da ciência, da medicina e, até, da cosmética.
  • Através de estudos botânicos, são desenvolvidos biocombustíveis que possibilitam a redução do uso de combustíveis fósseis que poluem o meio ambiente.
  • As lavouras também são beneficiadas pela botânica, pois as pesquisas na área possibilitam o desenvolvimento de técnicas de cultivo mais vantajosas para os agricultores.
  • Mais um ponto que mostra a importância da botânica diz respeito aos seus usos para a proteção do meio ambiente e identificação de espécies de plantas que possam estar entrando em extinção.

História da botânica

Teofrasto, filósofo grego, foi um dos primeiros botânicos do mundo, por isso, é considerado como o Pai da Botânica. Em seu livro intitulado “Historia Plantarum”, História das Plantas em português, escrito entre 350 aC e 287 aC, ele apresentou uma classificação das plantas com base na distribuição geográfica, tamanhos, usos e padrões de crescimento.
 
Outro importante nome da botânica na antiguidade, Dioscórides escreveu outro livro bastante importante sobre botânica. Trata-se de “De materia medica” (50 dC), Sobre Material Médico em português, uma enciclopédia que apresenta uma série de medicamentos fitoterápicos, seus usos e indicações. Um verdadeiro guia medicinal que foi usado como referência ao longo de 1500 anos.
 
Esses livros foram usados como as únicas fontes de informação sobre as plantas ao longo de muitos anos, até que, em 1665, o cientista Robert Hooke inventou o microscópio, um verdadeiro marco que permitiu que os estudos acerca da botânica avançassem. O aparelho promoveu uma verdadeira revolução nos estudos da anatomia e fisiologia das plantas.

Principais áreas de estudo da botânica

Por se tratar de uma ciência bastante ampla, a botânica é dividida em diferentes áreas de estudo. Veja, a seguir, quais são os principais delas.
 
Botânica Aplicada – Estuda as plantas considerando as relações entre elas e o ser humano, incluindo seus usos farmacológicos, agrícolas, fitopatológicos, entre outros.
 
Dendrologia – Refere-se aos estudos direcionados aos vegetais lenhosos, como os arbustos e as árvores, por exemplo, as madeiras obtidas através deles.
 
Ecologia – É a relação que se dá entre plantas e o meio ambiente, o que inclui também os seres humanos.
 
Ficologia – Também chamada de algologia, se dedica ao estudo das algas, plantas que geralmente se desenvolvem no meio aquático.
 
Fisiologia Vegetal – Estuda as funções das plantas, ou seja, seu funcionamento orgânico e metabólico.
 
Fitopatologia – Ciência que estuda as doenças das plantas, que podem ser causadas por fungos, ataques de insetos, bactérias, vírus, pelo clima, entre outros fatores.
 
Genética dos vegetais – Estuda os vegetais do ponto de vista genético, o que inclui especialmente sua reprodução e hereditariedade.
 
Geobotânica – Também chamada de fitogeografia, estuda a distribuição das plantas no planeta, incluindo sua adaptação em cada região.
 
Histologia Vegetal – Dedica-se aos estudos dos tecidos vegetais, o que abrange sua função, estrutura e organização.
 
Micologia – Especialidade voltada para o estudo dos fungos, pesquisa a taxonomia, morfologia, bioquímica, entre outros aspectos, além de suas utilidades.
 
Morfologia Vegetal – Considerada como uma das áreas que foram a base da botânica, estuda as formas e as estruturas das plantas. É bastante útil no que se refere à classificação das espécies.
 
Paleobotânica – Estuda os fósseis vegetais, que nada mais são do que resquícios de plantas que existiram há milhares de anos e que deixaram suas marcas em minerais, assim como ocorreu com os dinossauros e outros animais pré-históricos.
 
Como podemos ver, a botânica é um ramo da biologia extremamente rico e com diversos caminhos a serem explorados. Estudos de grande valor para a humanidade por conta da forte relação entre os seres humanos e as plantas.
 
Gostou de saber o que é botânica e do quanto essa ciência é importante? Para conferir outros conteúdos de biologia, além de dicas para Enem e vestibulares, navegue pelos posts do Blog do Hexag Medicina!

Retornar ao Blog