09/04/2021 Biologia

O que é histologia?

Escrito por Hexag Educação @hexagmedicina
O que é histologia?

Entender o que é histologia é essencial para compreender seu papel no contexto biomédico. Basicamente, se trata da área da biomedicina que se ocupa do estudo dos tecidos biológicos. Continue lendo para entender mais sobre essa ampla área de pesquisa.

Entenda o que é histologia

Histologia, como já mencionado, é uma área da biomedicina cujo foco é o estudo dos tecidos. Dentro da biologia, ela se divide em animal e vegetal, estudando os tecidos animais e vegetais, respectivamente. Já na área da saúde, temos a histologia humana, que tem como objetivo investigar os tecidos humanos.

A partir dos estudos histológicos, é possível realizar uma série de diagnósticos comparando tecidos afetados por doenças e tecidos saudáveis. O estudo dos tecidos prevê a análise de sua estrutura, origem e diferenciação. Configura-se em uma área de pesquisa de grande relevância para compreender a vida animal, vegetal e humana.

A histologia humana

Tipos celulares semelhantes com funções específicas formam os tecidos do ser humano. A camada mais externa da pele, chamada epiderme, é formada pelo tecido epitelial. Na superfície, as células são achatadas e se tornam cúbicas mais internamente, protegendo, assim, do ressecamento e da entrada de organismos invasores.

A derme é a camada que fica abaixo da epiderme e se caracteriza por ser formada de tecido conjuntivo denso que possui grande quantidade de fibras de colágeno, característica que lhe dá mais flexibilidade.

Como são feitos estudos histológicos?

O estudo dos tecidos é realizado a partir de cortes bastante finos que passam por processos de fixação e coloração. Para que as estruturas celulares se destaquem, são utilizados corantes como hematoxilina, eosina, azul de metileno, entre outros.

Após os cortes serem feitos, os tecidos são colocados em lâminas de vidro e levados para análise em microscópio. Para realizar um estudo simples de tecidos animais basta um microscópio óptico. Para análises com foco na realização de diagnósticos é utilizada a microscopia eletrônica com técnicas mais avançadas para a detecção de alterações nas células.

Conheça os tipos de tecidos

Os dois principais tipos de tecidos são o conjuntivo e o epitelial, que estão presentes em todos os animais. Os vertebrados contam também com os tecidos nervoso e muscular.

Tecido Epitelial

O tecido epitelial age tal qual um revestimento formado por células que se encontram bastantes próximas umas das outras. Funciona como uma barreira contra agentes infecciosos, evitando que ocorra a perda de água e consequente ressecamento. Esse tecido tem função de secreção de substâncias em algumas estruturas.

O tecido epitelial pode ser encontrado cobrindo áreas externas e internas do corpo, como cavidades e órgãos. No epitélio pode haver uma ou várias camadas de células com formato cúbico ou achatado.

Tecido Conjuntivo

Trata-se de um tecido de ligação que age na sustentação e preenchimento das estruturas do corpo, assim como na realização do transporte de substâncias. O tecido conjuntivo pode ser classificado conforme o material e o tipo de células que o formam. Confira, a seguir, quais são as possíveis funções do tecido conjuntivo.

Tecido conjuntivo (frouxo ou denso)

Rico em fibras colágenas, elásticas e reticulares, possui matriz extracelular e células que agem no papel de nutrição de outros tecidos. Há inúmeros tipos de células, assim como linfócitos, adipócitos, macrófagos, fibroblastos, macrófagos, entre outras.

Tecido hematopoiético

Tecido que também é chamado de hemocitopoiético, sua função é a formação de células sanguíneas e componentes do sangue. Está presente no interior de alguns ossos, assim como na medula óssea.

Tecido Cartilaginoso

Tecido que é composto em especial por fibras colágenas e que compõe as cartilagens. Suas funções são sustentar e absorver possíveis impactos nos ossos.

Tecido Adiposo

Tecido que age como isolante térmico e, também, como uma reserva de energia, é formado por adipócitos.

Tecido Ósseo

Age na sustentação do corpo, sendo rico em fibras colágenas e minerais, por esse motivo é um tecido com maior rigidez.

Tecido Nervoso

Por meio da transmissão de impulsos elétricos, o tecido nervoso é o responsável por realizar a comunicação entre as diferentes partes do corpo. Os neurônios são as células que realizam a condução dos impulsos nervosos.

Essas células possuem ramificações conhecidas como dendritos saídos do corpo celular (parte em que fica o núcleo e as organelas). Através dos axônios, são alongados, comunicando-se com outros neurônios ou células de outros tecidos.

Tecido Muscular

A especialidade desse tecido é fazer a contração devido a presença de proteínas como actina e miosina. Possui células alongadas que dão origem a fibras. O tecido muscular pode ser dividido em liso, estriado cardíaco e estriado esquelético. Tem como funções o movimento do corpo, a produção de calor, regulação do volume dos órgãos, além da estabilização e postura.

Agora você já sabe o que é histologia e sua relevância para a biomedicina! Para conferir mais conteúdos e dicas para conquistar a tão sonhada vaga na universidade, fique ligado no blog do Hexag Medicina!

Retornar ao Blog