22/03/2021 Dicas para o vestibulando

Questões de raciocínio lógico no vestibular: como se sair bem?

Escrito por Hexag Educação @hexagmedicina
Questões de raciocínio lógico no vestibular: como se sair bem?

Acertar as questões de raciocínio lógico do Enem e de vestibulares é um grande diferencial em relação aos demais candidatos. Para quem pensa que é complicado se preparar para decodificar essas questões, vai gostar das dicas a seguir. Iremos explicar como funciona essa categoria de questões nos processos seletivos e como se preparar para se sair bem.

O que é raciocínio lógico?

O raciocínio lógico nada mais é do que o caminho percorrido pela mente para chegar à resposta de um problema. Para se sair bem nas provas do Enem e vestibulares é essencial que o candidato desenvolva sua capacidade de análise rápida. Isso contribui para chegar aos resultados de forma otimizada.

Estudar a lógica permite que o indivíduo desenvolva técnicas e métodos facilmente aplicados para determinar se uma resposta está certa ou errada. É uma forma de aprender a avaliar os seus próprios entendimentos de maneira correta.

Raciocínio lógico: dicas para se sair bem nos vestibulares

Certamente você já compreendeu a importância de estar bem preparado para responder as questões do vestibular que se baseiam no raciocínio lógico. A seguir listamos dicas de como desenvolver essa habilidade e se preparar para responder essas questões.

1. Faça uma revisão de matemática básica

Muitos estudantes focam no estudo de complexas fórmulas matemáticas (que também têm sua importância) e deixam de lado os conceitos de matemática básica. Para se sair bem na prova de raciocínio lógico é essencial fazer uma revisão das operações básicas, assim como estar familiarizado com formas geométricas e sistemas de medidas.

Geralmente, as questões de raciocínio lógico demandam que o candidato consiga fazer relações mentais matemáticas simples. É bem importante conseguir visualizar formas que são descritas e resolver pequenas operações mentalmente. Não se trata de decorar alguma coisa e sim de compreender verdadeiramente para saber como usar esse conhecimento como uma ferramenta mental.

2. Pratique

Com certeza você já ouviu a máxima que diz “a prática leva à perfeição”. Essa frase se aplica a diferentes situações da vida e, também, as questões de raciocínio lógico do vestibular. Para treinar a sua mente na arte de decifrar essas questões é necessário fazer exercícios. A dica é dedicar parte do seu tempo de estudos a questões de lógica de edições anteriores de vestibulares e Enem.

Ao tentar resolver esses exercícios você identificará quais são as suas dificuldades com esse tipo de questão. A melhor forma de preparar a mente é entender quais são as suas barreiras para, então, pensar em como ultrapassá-las. Para quem tem dificuldade de visualizar mentalmente o que é descrito em enunciados, é essencial se manter praticando.

3. Pratique ginástica mental

A prática de exercícios físicos faz bem para o corpo, certo? Pois, saiba que a prática da chamada ginástica mental é bem positiva para o cérebro. Para ter mais facilidade em responder questões de raciocínio lógico é importante manter a sua mente plenamente ativa. Manter-se produtivo contribui para reduzir a ansiedade e também ajuda a desenhar caminhos pelos quais encontrar respostas mais rapidamente.

O mais legal de aderir à chamada ginástica mental é que ela consiste em atividades prazerosas, como montar quebra-cabeças, jogar xadrez (ou outros jogos de tabuleiro), resolver palavras-cruzadas, entre outros. Há diversas opções, escolha a que melhor se encaixar na sua rotina de estudos. Mantenha a sua mente produzindo para que ela esteja devidamente estimulada.

4. Atenção a memória

A memória é uma ferramenta essencial para resolver questões de raciocínio lógico e, por isso, deve ser devidamente treinada. É possível potencializar a sua memória aderindo a algumas atividades simples, como memorizar números de telefone, ingredientes de uma receita ou passar a fazer cálculos simples de cabeça.

Quanto mais sua memória for estimulada, mais fácil será de guardar informações importantes para a solução de questões lógicas, assim como direcionar a sua mente para linhas de pensamento corretas. O estímulo da memória pode ser bastante divertido também.

5. Tenha o hábito de ler

Mais do que estar preparado para fazer cálculos mentais e visualizar formas geométricas, é essencial estar preparado para interpretar os textos dos enunciados. Para isso, é essencial incluir em sua rotina o hábito da leitura. Amplie o seu universo da leitura para além da lista de livros do vestibular para ter mais repertório interpretativo.

Quanto mais ampla a variedade de leituras que uma pessoa faz, maior se torna seu universo interpretativo. Livros de diferentes autores apresentam recursos de escrita diferentes, de maneira a conceder novos vieses de interpretação. Além de literatura é interessante ler notícias, crônicas e artigos de opinião. Esse é um estímulo que ajudará a sua mente a fazer conexões mais rápidas para chegar as respostas corretas.

As questões de raciocínio lógico podem representar um diferencial para o candidato conquistar a tão sonhada vaga no ensino superior.

Para conferir mais dicas para ter um bom desempenho no vestibular e no Enem, navegue pelos posts do blog do Hexag Medicina!

Retornar ao Blog