19/01/2021 ENEM

Especial ENEM 2020 – Como foi a primeira prova do Enem 2020?

Escrito por Hexag Educação @hexagmedicina
Especial ENEM 2020 – Como foi a primeira prova do Enem 2020?

No dia 17 de janeiro de 2021 aconteceu a primeira prova do Enem 2020, que seria realizado em novembro, mas teve sua data adiada por conta da pandemia do coronavírus. Nessa primeira etapa, os candidatos tiveram que responder 90 questões objetivas e fazer a redação.

As questões se dividiram entre 45 de Ciências Humanas e suas Tecnologias, incluindo as disciplinas de Filosofia, Geografia, História e Sociologia; e 45 de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, que engloba Língua Portuguesa, Literatura, Artes, Educação Física e Língua Estrangeira. Já o tema da redação foi “O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira”.

Primeira prova do Enem 2020 – Como foi?

Sem polêmicas, mas com temas atuais, assim foi o primeiro dia do Enem 2020. O nível de dificuldade foi considerado moderado, como na edição passada. Continue lendo para saber mais detalhes a respeito de como foi o primeiro dia de prova.

Exigência em relação à interpretação

O Enem é uma prova conhecida por exigir dos candidatos uma boa capacidade de leitura e interpretação em todas as disciplinas e a edição de 2020 seguiu fiel a esse formato. Uma novidade foi a inclusão de textos jurídicos na prova de linguagens, como petições e decretos.

Ausência de temas polêmicos

Uma mudança que foi percebida na edição de 2019 e que foi mantida na de 2020 foi a ausência de temas considerados mais polêmicos, como ocorria em provas de anos anteriores. Uma das marcas do Enem era gerar reflexão sobre temas sociais, como racismo, igualdade social, causa LGBTQIA+, violência doméstica, entre outros.

Contudo, isso não se manteve e, provavelmente, o segundo dia seguirá a mesma linha. Inclusive, foi uma surpresa para muitos o fato de a pandemia não ter sido citada, nem mesmo nos textos de apoio da redação. Outro tema ignorado foi a ditadura militar, que representa um importante capítulo da História do Brasil.

Uma questão de História sobre o século XX

Assim como mencionado, a ditadura militar não apareceu em nenhuma questão da prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias, repetindo o que ocorreu na edição de 2019. Na realidade, apenas uma questão de História se referia ao século XX, algo que já havia sido notado na edição passada, que contou com somente duas questões sobre assuntos desse período.

Temas atuais que foram abordados

Em se tratando de temas atuais, a desigualdade de gênero foi abordada em uma questão que comparava as remunerações de dois importantes atletas do futebol, Marta e Neymar, que possuem uma grande discrepância de valores. Os candidatos deveriam ler o enunciado e escolher a opção que melhor resumisse a relação entre o futebol e a valorização de atletas femininos e masculinos.

Outra questão que foi bastante comentada pelos candidatos citou “Bum Bum Tam Tam”, canção composta e gravada por MC Fioti, que conta com um trecho de uma composição do alemão Johann Sebastian Bach, importante nome da música erudita mundial. Os alunos deveriam identificar qual alternativa melhor representava a relação entre esses dois universos culturais.

Tema da redação Enem 2020 – “O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira”

O tema da redação do Enem 2020 foi bastante elogiado por professores e especialistas, já que saúde mental é um assunto atual e que permite ser abordado de diversas formas diferentes. Os candidatos tinham diversos caminhos a seguir para construir um bom texto dissertativo-argumentativo de 30 linhas, como exigido pela prova.

Sem dúvida, os alunos mais bem informados sobre temas da atualidade foram beneficiados. Afinal de contas, saúde mental é um assunto que já vinha sido bastante comentado nos últimos anos e ganhou força por conta da pandemia, especialmente pela ansiedade gerada por conta das incertezas do cenário e a recomendação de distanciamento social.

De qualquer maneira, os próprios textos de apoio já traziam opções interessantes para o desenvolvimento da redação. A obra “O Alienista”, de Machado de Assis, o uso de palavras consideradas preconceituosas para se referir a pessoas com transtornos mentais, doenças comuns da atualidade como a Síndrome de Burnout, estavam entre algumas das possibilidades de abordagem.

O Enem considera cinco critérios para avaliar as redações dos candidatos, são eles:

1 – Domínio da escrita formal da Língua Portuguesa;

2 – Compreensão da proposta de redação e uso de conceitos de diferentes áreas para desenvolver o texto.

3 – Capacidade de seleção e organização de fatos e argumentos para defender uma tese.

4 – Demonstração de conhecimento acerca de mecanismos linguísticos de argumentação.

5 – Elaboração de uma proposta de intervenção para o problema apresentado que respeite os direitos humanos.

Todas as redações são avaliadas por dois corretores, caso a nota atribuída por eles tenha uma discrepância muito grande, um terceiro realiza a correção.

Como se pode ver, a primeira prova do Enem 2020 ocorreu sem grandes surpresas em relação à edição anterior. Se deseja conferir mais conteúdos relacionados ao Enem, navegue pelos posts do blog do Hexag Medicina!

Retornar ao Blog