27/01/2021 ENEM

Nota do Enem – Quando sai? O que fazer quando sair?

Escrito por Hexag Educação @hexagmedicina
Nota do Enem – Quando sai? O que fazer quando sair?

Após os dois domingos consecutivos de provas, 17 e 24 de janeiro de 2021, os estudantes estão ansiosos pela divulgação da nota do Enem. O Exame Nacional do Ensino Médio de 2020 precisou ser remanejado para 2021 devido à pandemia do novo coronavírus.

Essas mudanças geraram algumas dúvidas nos candidatos do Enem, por exemplo, quando sairá a nota? O que fazer quando a nota sair? Continue lendo e confira as respostas para essas questões.

Quando sai a nota do Enem 2020?

A divulgação dos resultados do Enem 2020, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), está programada para o dia 29 de março de 2021. É importante ressaltar que nessa data serão divulgados os resultados do Enem impresso e digital.

No dia da divulgação dos resultados, os candidatos deverão acessar o site oficial do exame e se logar no sistema com o seu CPF e senha. Tendo feito o login corretamente, cada candidato terá acesso ao seu boletim de desempenho. É possível verificar as suas notas de provas objetivas e redação.

Reaplicação das provas

É importante salientar que os candidatos que não puderam fazer a prova devido à superlotação das salas destinadas ao exame ou por estarem com doenças infectocontagiosas, como a covid-19, poderão solicitar a participação na reaplicação do exame, que acontecerá nos dias 23 e 24 de fevereiro de 2021.

Participarão também da reaplicação das provas do Enem 160 mil estudantes do estado do Amazonas e de duas cidades do estado de Rondônia. Nesses locais, as provas não foram aplicadas devido ao aumento exponencial de casos de coronavírus. Nessa data também farão a prova indivíduos privados de liberdade.

Enem Digital

Nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021, acontecerá a aplicação do Enem Digital, que contará com a participação de cerca de 100 mil estudantes. É a primeira vez que a prova terá esse formato, então essa aplicação está sendo feita no caráter de piloto. O Inep pretende tornar o Enem totalmente digital até o ano de 2026, uma mudança que tornará mais fácil realizar mais avaliações no decorrer do ano.

 O que fazer quando a nota do Enem 2020 sair?

Agora que você já está a par das datas de aplicação das provas (impressa, reaplicação e digital) e da divulgação das notas do Enem 2020, deve estar se perguntando o que fazer em seguida. Abaixo explicaremos o que você pode fazer com as suas notas do Enem 2020 para te ajudar a pensar nos próximos passos.

Tentar uma vaga em universidade pública

Esse é o objetivo principal de grande parte dos estudantes que fazem o Enem. Cada vez mais instituições de ensino superior municipais, estaduais ou federais utilizam como forma de seleção de candidatos o Sisu (Sistema de Seleção Unificada). Nesse Enem atípico, o processo seletivo do Sisu tem previsão para ser aberto entre o final de março e início de abril (logo após a divulgação das notas do Enem 2020).

Para participar do Sisu é necessário ter feito a prova mais recente do Enem e não ter zerado na redação. Os estudantes se candidatam às vagas disponíveis em diferentes universidades, são escolhidos aqueles que tiverem as notas mais altas. Fique atento, pois a nota de corte muda rapidamente de acordo com a inscrição de novos candidatos.

O Sisu é um processo seletivo que dura quatro dias, o resultado é divulgado logo em seguida ao encerramento. Todos os anos são realizadas duas edições do Sisu, uma no começo e outra no final do ano.

Tentar uma vaga pelo ProUni

O ProUni (Programa Universidade Para Todos) foi criado para conceder bolsas de estudos em universidades privadas para estudantes de baixa renda que tenham obtido boa nota no Enem. Para participar desse processo seletivo é necessário ter feito a edição mais recente do Enem, obtendo pelo menos 450 pontos nas provas, e não ter zerado a redação.

O critério de renda para participar do ProUni é ter renda bruta mensal familiar de até três salários mínimos por pessoa. As bolsas podem ser totais (valor integral da mensalidade) ou parciais (metade do valor da mensalidade). Esse processo seletivo também é realizado duas vezes por ano, uma no primeiro e outra no segundo semestre.

Tentar um financiamento estudantil (FIES)

Estudantes de baixa renda que não conseguiram ingressar no ensino superior através do Sisu ou do ProUni podem tentar um financiamento estudantil com juros mais baixos através do FIES (Fundo de Financiamento Estudantil).

Podem participar desse processo seletivo candidatos que tenham feito qualquer edição do Enem a partir do ano de 2010. Os critérios são ter obtido no mínimo 450 pontos nas provas objetivas e não ter zerado a redação. Também há o requisito de renda familiar. O FIES abre inscrições duas vezes por ano.

Tentar uma vaga em uma universidade privada

O número de universidades privadas que aceitam os resultados do Enem para selecionar novos alunos vem crescendo consideravelmente. No entanto, deve ficar claro que cada instituição de ensino utiliza os resultados do Enem de acordo com os seus critérios.

Há universidades que atribuem mais peso para determinadas áreas de conhecimento de acordo com o curso desejado e aquelas que concedem descontos para bom desempenho no exame. Verifique o sistema adotado pela universidade em que você deseja estudar.

Usar a nota do Enem como bônus em vestibulares

Algumas universidades públicas mantêm os vestibulares tradicionais, usando a nota do Enem como um complemento para as notas de seus exames próprios. Leia o edital da universidade em que você deseja ingressar para saber como utilizar a nota que será divulgada no dia 29 de março de 2021.

Agora é só esperar pela divulgação das notas do Enem 2020 e traçar um planejamento para os próximos passos da sua formação!

Retornar ao Blog