28/07/2022 Filosofia e Sociologia

O que é método dedutivo?

Escrito por Hexag Educação @hexagmedicina
O que é método dedutivo?

O método dedutivo se caracteriza por ser uma estrutura de pensamento lógico em que é possível testar a validade de informações pré-existentes. No artigo a seguir iremos explicar o que é e como funciona esse método aplicado na resolução de questões das áreas de Física, Matemática e Química. Boa leitura!  

O que é método dedutivo?

O método dedutivo se baseia no uso de informações já existentes para validar uma estrutura de pensamento lógico. Esse sistema é bastante aplicado para resolver problemas de física e matemática porque demanda a aplicação prática de premissas ou conceitos em situações particulares. 

Pode ser utilizado em processos de investigação, no entanto, não costuma gerar resultados novos. Isso porque a premissa aplicada já foi testada e comprovada anteriormente. Dessa forma, somente apresenta contextos em que se pode confirmar a validade. O método dedutivo pode ser chamado também de raciocínio dedutivo, dedução ou método hipotético-dedutivo. 

Como o método dedutivo funciona?

Podemos compreender a estrutura de funcionamento do método dedutivo partindo da investigação do significado do verbo “deduzir”. A ação de deduzir consiste em chegar a conclusões através do raciocínio. A palavra deduzir também pode significar reduzir o valor, altura ou intensidade. Você já deve ter ouvido “é possível deduzir esse gasto do imposto de renda”, por exemplo.

Essas suas definições sintetizam o processo pelo qual é aplicado o raciocínio lógico. Uma pessoa que deseja realizar uma dedução inicia o processo partindo de uma premissa maior e, dessa forma, generalista. Partindo dessa premissa, o indivíduo constrói hipóteses, considerando o contexto que o axioma envolve. Tais suposições recebem o nome de teorema. 

Partindo dessa redução do alcance da premissa geral é que se constrói a conclusão. Para que fique mais claro, apresentaremos abaixo um exemplo prático:

  • Axioma: Todos os seres humanos são mortais.
  • Teorema: Aristóteles é um ser humano. 
  • Conclusão: Aristóteles é mortal. 

Aristóteles e o método dedutivo

O trabalho do filósofo grego Aristóteles teve grande influência na construção do conceito do método dedutivo. O filósofo desenvolveu um sistema de pensamento conhecido como lógica aristotélica, no qual é utilizado silogismo para chegar a conclusões. Logo, a dedução é baseada na razão. 

Quais são os limites do método dedutivo?

A argumentação do método dedutivo depende de que todas as proposições sejam válidas para que o argumento seja válido. Dessa forma, se apenas uma das proposições for inválida, tornará a conclusão obtida falsa. Para que fique mais claro como isso funciona, daremos um exemplo prático abaixo. 

  • Axioma: Todos os organismos que possuem asas podem voar. 
  • Teorema: Pinguins têm asas. 
  • Conclusão: Pinguins não voam. 

Nesse exemplo, a conclusão falsa foi decorrente de um axioma falso. A aplicação do método permitiu que fosse identificada uma premissa falsa, uma vez que ela não foi confirmada no contexto em que foi aplicada. 

Método dedutivo e a sua aplicação em pesquisas

O método dedutivo pode ser aplicado em algumas investigações de cunho científico. Nesse contexto, a sua aplicação é feita através do levantamento de hipóteses que devem ser testadas ao longo do processo de experimentação ou durante a realização de novas observações. 

É importante ressaltar que no campo científico apenas o raciocínio lógico não é o bastante para chegar a conclusões. É importante que o pesquisador siga o método científico de forma que a sua produção gere conhecimentos relevantes. 

A dedução pode ser utilizada para chegar a respostas que não poderiam ser obtidas através de experimentos práticos, pela impossibilidade técnica ou econômica de realizá-los.

Inclusive, esse é o motivo pelo qual esse método é tão utilizado em áreas como a matemática, a física e a química. Na física, por exemplo, uma das aplicações mais bem-sucedidas do método foi no caso da Lei da Gravitação Universal

Qual a diferença entre método dedutivo e método indutivo? 

Uma informação pode ter a sua validade analisada pelo método dedutivo e também pelo método indutivo. A diferença entre os dois está no fato de que, no método indutivo, se parte de uma premissa menor para uma maior. Seu uso visa construir premissas genéricas. No entanto, nem sempre resulta na construção de conclusões verídicas. 

Segundo o tipo de investigação e objeto de pesquisa, pode ser preciso adotar um ou outro método de análise. Porém, a escolha do método indutivo gera incerteza sobre a garantia de validade da informação encontrada. Há a impossibilidade de realizar testes com todas as situações em que a aplicação apresentará o resultado concluído. 

Outro ponto em que os dois métodos diferem é que no dedutivo a conclusão aparece implícita nas premissas. Já no indutivo, a conclusão vai além do que está presente nos enunciados. É por isso que o método indutivo é tão aplicado nas ciências. 

Agora você já sabe o que é método indutivo e como ele funciona! Para conferir mais conteúdos como este e dicas para o Enem e o vestibular, acesse outros posts do blog do Hexag Medicina.

Retornar ao Blog