18/06/2021 Física

Como funciona o micro-ondas?

Escrito por Hexag Educação @hexagmedicina
Como funciona o micro-ondas?

Você já se perguntou como funciona o micro-ondas e como esse equipamento consegue aquecer os alimentos em poucos minutos? Essa é uma pergunta curiosa que traz em sua resposta uma série de informações bastante interessantes.

Continue lendo para saber mais a respeito desse eletrodoméstico que se popularizou na década de 90 e, desde então, faz parte da vida de muitas pessoas ao redor do mundo.

Como funciona o micro-ondas?

Os fornos de micro-ondas usam micro-ondas para funcionarem, que são ondas de rádio com uma frequência de aproximadamente 2.500 megahertz. Elas são absorvidas por água, gorduras e açúcares e imediatamente convertidas em calor. As micro-ondas penetram nos alimentos rapidamente, então os cozinham de maneira uniforme e rápida.

Micro-ondas são ondas eletromagnéticas que voam pelo espaço na velocidade da luz. Não podemos enxergá-las, mas se isso fosse possível, veríamos o interior do forno de micro-ondas se iluminar com um brilho intenso.

Elas são mais curtas do que as ondas de rádio, mas mais longas do que a radiação infravermelha. As ondas utilizadas no forno têm cerca de 12 centímetros de crista a crista. Nesse comprimento, são prontamente absorvidas pela maioria dos alimentos.

As micro-ondas são transmitidas para o compartimento de cozimento através de uma antena, onde são rebatidas e penetram nos alimentos. A porta desse tipo de forno contém uma malha de metal que reflete as micro-ondas como um espelho, além de as impedirem de vazar.

Um fato interessante é que os orifícios dessa malha são bem pequenos, o que impede que as micro-ondas escapem. Contudo, são grandes o suficiente para que a luz visível possa aparecer, permitindo que possamos ver o que está cozinhando no interior do aparelho.

Um componente chamado magnetron gera micro-ondas a partir da eletricidade dentro do forno de micro-ondas. Para alimentar o magnetron, um transformador converte a eletricidade doméstica padrão de uma tomada de 120 volts para cerca de 4.000 volts ou mais.

A maioria dos fornos de micro-ondas têm uma plataforma giratória de vidro que movimenta os alimentos como um carrossel, de modo que é aquecido por igual. Se a comida não se mantivesse em movimento, partes dela ficariam apenas nos pontos quentes e frios, prejudicando o aquecimento por completo.

Micro-ondas causa câncer?

É bem comum vermos pessoas afirmando que micro-ondas causa câncer. Inclusive, muitas optam por não ter um aparelho em casa exatamente por esse motivo. Entretanto, essa informação não passa de um mito que se tornou uma lenda urbana.

As partículas presentes em um micro-ondas, conhecidas como fótons, não têm energia suficiente para danificar as moléculas e causar câncer como os raios ultravioleta, por exemplo. Embora utilize radiação para realizar o aquecimento, isso não significa que o aparelho torne os alimentos radioativos.

As micro-ondas aquecem os alimentos fazendo com que as moléculas de água vibrem e, como resultado, eles são aquecidos. Trata-se de um processo diferente da absorção de energia térmica pelos alimentos, que é a base do cozimento convencional.

Como o micro-ondas foi criado?

Não dá para falar sobre como funciona o micro-ondas sem citar seu inventor, o norte americano Percy Spencer. Em 1945, ele trabalhava para uma empresa chamada Raytheon, desenvolvendo transmissores de radar de micro-ondas durante a Segunda Guerra Mundial.

Um dia, ele foi trabalhar e levou uma barra de chocolate no bolso. Ao longo do dia, percebeu que o doce estava começando a derreter. Assim, Spencer concluiu que as micro-ondas do radar no qual estava trabalhando estavam cozinhando a barra de chocolate.

Com alguns experimentos, ele descobriu que as micro-ondas poderiam ser concentradas para aquecer alimentos. Então, criou o primeiro forno desse tipo e fez a estreia preparando pipoca.

Dicas para utilizar o micro-ondas de forma segura

Apesar de o micro-ondas ser um aparelho seguro e, por isso, ter seu uso doméstico permitido, existem alguns cuidados importantes a serem tomados, acompanhe.

Utilize apenas recipientes específicos para micro-ondas

Utensílios de metal e alumínio não podem ser levados ao micro-ondas. Esses materiais refletem as micro-ondas, atrapalhando o processo de cozimento e ainda causando danos ao aparelho.

Certos tipos de plástico também devem ser evitados pelo risco de derretimento. Na dúvida, é sempre importante verificar se o utensílio conta com um selo informando se pode ser levado a esse tipo de forno.

Siga as instruções do fabricante

Se você não costuma ler o manual do fabricante de eletrodomésticos e outros aparelhos, faça isso, pelo menos com o micro-ondas. Lá irá encontrar todas as informações que precisa para fazer o uso correto e seguro do aparelho.

Tome cuidado ao aquecer água no micro-ondas

Para aquecer água no micro-ondas é preciso colocar o tempo correto para evitar o superaquecimento. Nesse caso, pode acontecer a formação de bolhas de água que explodem após o aparelho ser aberto, causando queimaduras na pele. Adicionar algum ingrediente à água, como café instantâneo, reduz o risco disso acontecer.

Viu só como um aparelho doméstico comum pode trazer tantas informações interessantes? Ser curioso e buscar informações como essas também é uma forma de aumentar seu repertório como estudante e ter um bom desempenho no vestibular!

Retornar ao Blog