27/06/2022 Física

Via Láctea: o que é e como ela se formou?

Escrito por Hexag Educação @hexagmedicina
Via Láctea: o que é e como ela se formou?

A Via Láctea é uma galáxia espiral normal constituída por um bojo e quatro grandiosos braços principais que formam o seu disco. A galáxia conta com um halo galáctico que a envolve. São partes dessa galáxia matéria escura, diversos corpos celestes, poeira, gases, além do Sistema Solar.

No seu centro está localizado o buraco negro supermassivo, conhecido como Sagitário A*. A primeira imagem desse buraco negro foi divulgada em 2022. Continue lendo para saber mais.

O que é a Via Láctea?

O Universo é formado por centenas de bilhões de galáxias, sendo uma delas a Via Láctea. O Sistema Solar, e consequentemente a Terra, faz parte dessa galáxia. Sua extensão é de cerca de 100.000 anos-luz. Cada ano-luz é equivalente a 9,46 trilhões de quilômetros.

Formam a Via Láctea elementos como poeira, gases, estrelas, matéria escura e outros corpos celestes, como planetas, asteroides, planetas anões, entre outros. Esses elementos orbitam o núcleo da galáxia, constituindo os seus braços imensos que circundam a região do centro em uma determinada velocidade que forma um disco achatado. Por isso, ela é classificada como uma galáxia espiral normal.

Como a Via Láctea se formou?

Há cerca de 14 bilhões de anos, teve início o processo de formação da Via Láctea. Estima-se que a nossa galáxia tem origem coincidente com a origem do Universo. Isso é explicado através da teoria da expansão (ou teoria da explosão), mais conhecida como teoria do Big Bang. Os elementos que formavam o Universo se encontravam todos em forma gasosa.

A Via Láctea, nessa etapa inicial, era uma protogaláxia constituída por nuvens de gás. No decorrer do tempo, esse material foi se resfriando e então ocorreu a contração das nuvens de gás (o que se chama de colapso). Parte dos elementos se aglutinou, originando as primeiras estrelas da nossa galáxia, os chamados aglomerados globulares.

As estrelas recém-formadas e também as nuvens gasosas realizavam um movimento rotacional em torno do centro da galáxia. Esse movimento compôs um halo esferoidal. Esse material estava em rotação em uma velocidade muito alta e isso fez com que o conjunto adquirisse a forma de um disco achatado.

Colisão de galáxias

A formação desta galáxia também contou com a incorporação de matéria de outras galáxias menores que estavam próximas a ela. Esse fenômeno recebe o nome de colisão de galáxias e foi descoberto pela observação de que alguns grupos de estrelas giravam em direção oposta à do restante da Via Láctea. Uma das galáxias incorporadas foi a Gaia-Enceladus, que ocorreu há cerca de dez bilhões de anos.

Qual é a estrutura da Via Láctea?

A Via Láctea é constituída por três componentes básicos que são:

Bojo

Também conhecido como bojo galáctico, possui forma esferoidal. Trata-se da parte em que está o centro da galáxia e as suas estrelas mais antigas, as que apresentam coloração avermelhada.

Disco

Seu disco é constituído por poeira, gases e estrelas. Esses materiais estão dispostos na forma de quatro braços principais que se projetam partindo do centro (bojo). A forma resultante é uma grande espiral. Esses braços podem ser observados nas imagens da Via Láctea, eles se destacam por serem mais brilhantes do que os segmentos secundários.

Halo

Essa estrutura de formato circular é conhecido também como halo galáctico e envolve a galáxia como um todo. Estende-se por centenas de anos-luz, sendo composto por gases, estrelas antigas com brilho avermelhado e, em especial, por matéria escura.

Via Láctea: como esse nome se originou?

É um pouco difícil determinar exatamente a origem seu nome. Há registros de milhares de anos de observadores da Grécia Antiga e de outras partes do continente europeu que se referem ao caminho de poeira, estrelas e gases como Via Láctea. O nome tem relação com o fato da galáxia apresentar coloração esbranquiçada, que lembra um “caminho de leite”.

Curiosidades sobre a Via Láctea

Confira a seguir algumas curiosidades sobre a nossa galáxia.

Rota de colisão

A nossa galáxia está em rota de colisão com a galáxia de Andrômeda. Uma das vizinhas do Grupo Local, Andrômeda possui o dobro do tamanho da Via Láctea. Acredita-se que essa colisão acontecerá dentro de quatro bilhões de anos.

Estrelas

Existem aproximadamente 250 bilhões de estrelas.

Matéria escura

Grande parte da sua massa é constituída de matéria escura. Ainda não conhecemos a natureza e nem a composição dessa matéria.

Movimento de rotação

A Via Láctea leva 250 bilhões de anos para completar seu movimento de rotação.

Terra

Nosso planeta está localizado a 26 mil anos-luz do centro da galáxia.

Foto do buraco negro

Em 12 de maio de 2022, foi divulgada a primeira imagem do buraco negro Sagitário A* que está localizado no centro da Via Láctea. Essa é a segunda foto desse tipo de objeto, a primeira registrou Pōwehi, o buraco negro presente no centro da galáxia M87.

Gostou de saber mais sobre a Via Láctea? Para conferir mais conteúdos como este e dicas para o Enem e o vestibular, acesse outros posts do blog do Hexag Medicina!

Retornar ao Blog