02/09/2021 Geografia

O que é o G3 e G20?

Escrito por Hexag Educação @hexagmedicina
O que é o G3 e G20?

Quem está se preparando para o Enem ou vestibulares deve saber o que é o G3 e G20, dois blocos econômicos de grande relevância no contexto geopolítico. O G3 é formado por Brasil, África do Sul e Índia (países que também integram os Brics) e são consideradas como economias emergentes. Por sua vez, o G20 é um bloco formado pelas economias mais poderosas do mundo.

Entenda o que é o G3 e G20

Como mencionamos, G3 e G20 são dois blocos econômicos relevantes no contexto mundial. A seguir explicaremos melhor o que é cada bloco e como se formaram.

O que é G3?

O G3 é um bloco econômico formado por três países de economia emergente: Brasil, África do Sul e Índia. Os três fazem parte também dos Brics (grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), considerado o grupo das principais nações em desenvolvimento do mundo.

Conhecido informalmente como o “G8 dos pobres”, o G3 foi criado com o objetivo de aumentar o poder de barganha e negociação dos seus integrantes nos fóruns internacionais. Brasil, África do Sul e Índia são os três países em desenvolvimento considerados com maior potencial de crescimento no mundo.

O grupo foi criado no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para potencializar a cooperação do Brasil com outros países em situação de desenvolvimento semelhante. O nome de G3 foi dado ao grupo por Celso Amorim, o então Ministro das Relações Exteriores. O G3 também tem entre seus objetivos reduzir as desigualdades e questões sociais presentes nos três países.

O que é G20?

O Grupo dos 20 é conhecido no mundo por sua abreviatura “G20”. Estão nele as maiores economias mundiais, para se ter uma ideia, esse grupo é responsável por 90% do PIB do planeta. Formam esse grupo dezenove países e a União Europeia.

Criado em 1999, o G20 objetiva tornar as negociações internacionais entre os países mais fáceis. Atualmente, atua como um conselho internacional permanente com foco na manutenção da cooperação econômica.

O grupo se reúne, anualmente, em uma espécie de fórum informal em que os representantes das nações participantes e da União Europeia discutem uma série de temas relativos à economia mundial.

Busca por soluções econômicas

As reuniões anuais do G20 objetivam aproximar nações com economias desenvolvidas ou em desenvolvimento para que juntas possam construir soluções de maior estabilidade no mercado financeiro mundial. O grupo também busca incentivar negociações econômicas internacionais e o direcionamento para um caminho econômico mais sustentável.

No Grupo dos 20 estão os integrantes do poderoso G8 (grupo das maiores economias do planeta): Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Alemanha, Itália, França, Rússia e Japão. Os demais países que formam o grupo estão na categoria de emergentes ou em desenvolvimento e são: Brasil, África do Sul, Índia, Argentina, México, Coréia do Sul, Austrália, Indonésia, Arábia Saudita, Turquia e China.

O bloco União Europeia é o vigésimo membro do G20 e está representado pelo Banco Central Europeu, além da presidência rotativa do Conselho Europeu. O G20 tem representantes do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial pela sua grande relevância na economia mundial.

G20 Comercial e o G20 Financeiro

O Grupo dos 20 pode ser chamado de G20 Financeiro, como uma maneira de distingui-lo de outro grupo parecido, o G20 Comercial. Como explicamos, o G20 Financeiro é um grupo formado por 20 grandes economias (desenvolvidas ou em desenvolvimento), cujo objetivo é manter equilibrado o mercado financeiro internacional.

Por sua vez, o G20 Comercial é um grupo formado somente por países emergentes que desejam incentivar as relações comerciais entre si e defender seus interesses agrícolas perante os países mais ricos.

Contexto da criação do G20

As grandes economias mundiais já se reuniam antes da criação do G20 para debater a respeito da economia. O principal grupo era o G7, que depois se tornou G8. No entanto, eles passaram a ser considerados obsoletos devido às consideráveis mudanças ocorridas no fim do século XX.

O novo contexto geopolítico tornava imprescindível uma maior cooperação entre as nações emergentes. A crise econômica de 2008 ressaltou ainda mais a necessidade de ampliar as vozes na discussão. George W. Bush, o então presidente dos Estados Unidos, convidou líderes das 20 principais economias do mundo para se reunir em Washington, capital de seu país.

Essa reunião tinha como objetivo solucionar a crise financeira que se espalhou pelo mundo. Foi assim que o G8 foi reformulado, tornando-se G20, em 2008. As ações do Grupo dos 20 foram imprescindíveis para a superação da crise econômica.

Desde então, os integrantes do G20 se reúnem duas vezes por ano. Uma das reuniões é a Reunião Ministerial feita para os ministros da economia e presidentes do Banco Central. A outra é a Reunião de Cúpula feita para os chefes de estado.

Agora você já sabe o que é G3 e G20! Navegue pelo blog do Hexag Medicina para conferir mais conteúdos informativos e dicas para o Enem e o vestibular!

Retornar ao Blog