13/06/2022 Geografia

Qual foi o primeiro estado do Brasil?

Escrito por Hexag Educação @hexagmedicina
Qual foi o primeiro estado do Brasil?

O primeiro estado do Brasil foi Pernambuco, região situada no Nordeste e que faz divisa atualmente com os estados do Ceará e da Paraíba. O estado foi fundado pela Coroa Portuguesa e se tornou uma das mais prósperas capitanias hereditárias. Continue lendo para entender melhor como os estados brasileiros se formaram.

Brasil: como os seus estados se formaram?

Os portugueses chegaram ao território brasileiro em 1500 e, passados alguns anos do descobrimento, o litoral da terra nova estava sendo amplamente saqueado. Os saqueadores vinham atrás das pedras preciosas e demais riquezas que tornaram esse novo território tão famoso.

Para manter o controle dessas terras, a Coroa Portuguesa decidiu fazer uma divisão em 15 faixas de terra, conhecidas como capitanias hereditárias. As faixas de terra se estendiam do litoral até a linha imaginária estabelecida pelo Tratado de Tordesilhas. As capitanias foram os primeiros “estados” brasileiros. Para administrar essas porções de terra foram nomeados os capitães-donatários.

Sete Províncias

Em 1509, os portugueses dividiram o território brasileiro em sete províncias de acordo com os principais benefícios que cada região proporcionava. Essas províncias eram extensões enormes de terra com fronteiras bem definidas.

As províncias foram criadas com objetivos econômicos e também para que houvesse maior controle por parte da Coroa Portuguesa. O território recém-descoberto estava à mercê tanto de piratas saqueadores quanto dos espanhóis.

1822: o rascunho dos futuros estados brasileiros

O Brasil se tornou independente de Portugal em 1822 e, então, houve o repartimento do país em novas províncias. Essa nova divisão tinha como principal característica o fato de ser semelhante à divisão atual, como se fosse um esboço dela.

Nesse período, quase todos os estados do Nordeste brasileiro já existiam. Praticamente todos os estados nordestinos se originaram em províncias do império. Somente o estado de Sergipe ainda não estava no mapa.

A extensa província de São Paulo teve seu território reduzido com o surgimento das províncias de Goiás e Mato Grosso. Na região Sul do Brasil havia a província da Cisplatina, que fez parte do território do nosso país até 1829. Um movimento separatista obrigou o Brasil a reconhecer a autonomia da região que deu origem ao atual Uruguai.

Estados brasileiros

Em 1889, ocorreu a Proclamação da República e esse importante fato histórico levou a grandes mudanças no mapa do Brasil. Inclusive, foi a partir dessa nova configuração política que se passou a usar a palavra “estados” para definir as porções do território. O estado do Amazonas foi criado em 1889. Em 1903, o Brasil comprou o território do atual estado do Acre da Bolívia.

Novos estados criados durante a Segunda Guerra Mundial

O Brasil entrou na Segunda Guerra Mundial em 1942, e como uma estratégia de defesa e gestão de fronteiras desmembrou algumas áreas que deram origem a novos estados, como Amapá e Guaporé na região Norte e Iguaçu na região Sul. Alguns desses territórios se tornaram estados oficiais e outros simplesmente desapareceram, tendo sido reintegrados ao estado de origem.

Uma curiosidade a respeito desse período de participação brasileira na Segunda Guerra é que o território de Fernando de Noronha foi desmembrado de Pernambuco. Durante o conflito, o território foi utilizado como base militar dos Estados Unidos.

Últimos ajustes no mapa

Brasília, a nova capital federal, foi inaugurada em 1960 e, a partir desse acontecimento, foram feitas as últimas alterações no mapa brasileiro. O país passou a contar com seus 26 estados e o Distrito Federal. É importante esclarecer que o Distrito Federal não é um estado e sim um território autônomo com regiões administrativas criado para abrigar a nova capital.

Alguns territórios foram elevados à categoria de estados, como Rondônia e Acre. Por sua vez, Fernando de Noronha voltou a fazer parte do estado de Pernambuco. Nasceram ainda os estados do Mato Grosso do Sul que foi desmembrado do estado do Mato Grosso e do Tocantins oriundo de Goiás. Após a Constituição de 1988, os territórios de Roraima e Amapá foram elevados à categoria de estado sem que houvesse alterações em suas fronteiras.

Novos estados?

O Congresso recebeu algumas propostas de criação de novos estados e territórios nos últimos anos. Inclusive, algumas ainda estão em curso, no entanto, é difícil que tais modificações sejam aprovadas. Caso fossem, poderiam ser criados dois novos estados no território do estado do Amazonas, o estado de Solimões e o estado do Alto Rio Negro.

Foram propostos para o estado do Pará o desmembramento em outros dois estados e um território: estado de Carajás, estado de Tapajós e território de Marajó. O Maranhão poderia dar origem ao estado do Maranhão do Sul. Também houve a proposição da criação do estado do Planalto Central, em Goiás.

O estado de Minas Gerais poderia ter uma parte desmembrada para a criação do estado de Minas do Norte. Também houve a proposta de criar o estado do Triângulo, com parte dos estados de Minas Gerais e Goiás.

Gostou de saber mais sobre a criação dos estados no Brasil? Para conferir mais conteúdos como este e dicas para o Enem e o vestibular, acesse outros posts do blog do Hexag Medicina!

Retornar ao Blog