05/04/2021 História

A história do cavalo de Troia

Escrito por Hexag Educação @hexagmedicina
A história do cavalo de Troia

A expressão “presente de grego” é usada para se referir a presentes considerados inusitados. A origem dela é a história do cavalo de Troia, em que soldados gregos construíram um cavalo de madeira e ofereceram como presente aos seus rivais, o troianos. A ideia era que parecesse um gesto para selar a paz, contudo, o cavalo guardava um segredo.

Vários soldados gregos ficaram escondidos no interior da imponente peça. Assim, conseguiram entrar em Troia, que era uma cidade cercada por grandes muralhas, sem serem notados. Quando chegou a noite e os troianos estavam todos dormindo, os soldados gregos saíram e tomaram o lugar.

Continue lendo para saber mais a respeito da história do cavalo de Troia e da sua importância para a nossa cultura.

História do cavalo de Troia: contexto histórico

Antes de darmos continuidade ao assunto é importante dizer que não há um consenso entre historiadores se tudo isso realmente aconteceu ou se é apenas um mito. Também não há certeza se existem partes verdadeiras e outras criadas. O que se sabe é que, se existiu, a cidade de Troia ficava localizada na costa da Turquia.

Como aconteceu a guerra de Troia?

Troia e Esparta, cidade grega, eram separadas pelo mar Egeu. O rei de Esparta, Menelau, soube que sua esposa, Helena, havia sido raptada pelo príncipe troiano Páris. Então, convocou outras cidades gregas para ajudá-lo a resgatá-la. Assim, um grande número de navios partiu para Troia.

Acontece que Troia era toda cercada por muralhas altíssimas e era impossível entrar, pois os portões eram constantemente vigiados. Se alguém tentasse escalar as paredes era imediatamente flechado. Vale mencionar que os gregos já tentavam invadir Troia há vários anos, sem sucesso. Até que Odisseu, um famoso general grego, teve a ideia que deu nome à história.

A criação do cavalo de madeira

Naquela época, era comum oferecer algum bem ao inimigo como forma de reconhecer a própria derrota. Odisseu sugeriu que os gregos construíssem um grande cavalo de madeira que parecesse um presente. O grande diferencial da peça é que seria oca, para que a tropa grega pudesse se esconder em seu interior.

Assim, os troianos iriam receber o cavalo de madeira e colocá-lo para dentro das muralhas. No momento mais oportuno, os soldados poderiam sair de dentro do cavalo para tomar a cidade. Assim foi feito, o cavalo foi entregue, uma parte da tropa fez parecer que estava indo embora, enquanto a outra ficou em silêncio dentro do suposto “presente”.

Os troianos comemoraram a vitória e colocaram o cavalo, que era belíssimo e cheio de detalhes, para dentro dos portões. A peça foi considerada como um símbolo do êxito de Troia sobre Esparta e foi exibida em um lugar de destaque na cidade.

À noite, os soldados saíram de dentro do cavalo, abriram os portões para os outros que estavam do lado de fora e tomaram Troia. Conta a história que a cidade foi toda destruída, sobrando apenas ruínas, a maioria dos troianos foi morta e o objetivo de resgatar Helena foi alcançado.

Cavalo de Troia: mito ou verdade?

Como já mencionado, não há consenso em relação à veracidade da história do cavalo de Troia. Especialistas afirmam que existem evidências arqueológicas que mostram que Troia foi realmente queimada. Contudo, não há provas sobre a existência do cavalo e do restante do que é contado.

Inclusive, a história do cavalo de Troia foi citada pela primeira vez nas obras do poeta grego Homero. Também não há certeza se o próprio autor realmente existiu ou se suas obras foram fruto de uma tradição de contar histórias oralmente. Talvez, os textos que conhecemos como de sua autoria tenham sido contados por várias pessoas ao longo dos anos.

De qualquer forma, de uma coisa podemos ter certeza, a mitologia e a cultura grega de forma geral é extremamente rica e inspirou uma série de obras. No cinema, por exemplo, temos o filme “Troia”, de 2004, que conta exatamente a história da guerra, do rapto de Helena e do cavalo de madeira.

A expressão “presente de grego”

A história acabou dando origem a uma expressão bastante popular que citamos no início do artigo: presente de grego. É comumente utilizada quando uma pessoa recebe um presente que lhe causa mais transtornos do que benefícios. Afinal, com os troianos aconteceu exatamente assim, eles achavam que estavam sendo presenteados, mas na realidade foram atacados pelos gregos.

No universo dos computadores, a expressão cavalo de Troia é utilizada para se referir a programas que parecem inofensivos, mas que, após instalados, invadem o sistema do dispositivo para roubar dados. Isso mostra o quanto a cultura grega nos influencia até hoje, das mais diversas formas.

Você já conhecia a história do cavalo de Troia? Esse é aquele tipo de conhecimento que vale a pena ter, pois pode ser pedido em alguma prova ou mesmo utilizado em uma redação.

Para conferir conteúdos como este e dicas para ter um bom desempenho no vestibular e no Enem, fique ligado no blog do Hexag Medicina!

Retornar ao Blog