10/05/2022 História

O que é Socialismo Científico?

Escrito por Hexag Educação @hexagmedicina
O que é Socialismo Científico?

Você já ouviu falar sobre Socialismo Científico? Provavelmente sim, porém, será que sabe exatamente o que significa esse termo? No artigo a seguir iremos explicar o conceito e diferenciá-lo de Socialismo Utópico. Boa leitura!

Afinal, o que é Socialismo Científico?

Também conhecido como socialismo marxista, o socialismo científico consiste em uma teoria política, econômica e social. Essa teoria foi desenvolvida em 1840 por Karl Marx (1818-1883) e Friedrich Engels (1820-1895). O nome científico refere-se ao fato de que esse modelo foi desenvolvido com base em análise científica e crítica do sistema capitalista. 

Essa doutrina objetivava a transformação da sociedade através de uma análise profunda das relações sociais, econômicas e políticas vigentes. Destaca-se nesse período a obra “O Capital” de Karl Marx, escrita em 1867. Nessa obra o autor faz uma análise do sistema capitalista abordando alguns tópicos, como: a divisão social do trabalho; a luta de classes, a produção do capital e a mais valia. 

Outra obra relevante é o “Manifesto Comunista” publicado por Karl Marx e Friedrich Engels em 1848. Ambas as obras permitem compreender mais profundamente as bases em que o socialismo científico se pautou. 

Socialismo Científico: conheça as principais características

Abaixo apresentaremos com mais detalhes as características principais do socialismo científico. 

Materialismo histórico

A história das sociedades é explicada a partir do conceito de acúmulo de material. 

Materialismo dialético

No socialismo científico, o conceito material está bastante relacionado à dialética. Por sua vez, a dialética tem profundo diálogo com o social e o psicológico. 

Teoria da mais valia

Esse conceito diz respeito à força de trabalho, tempo empregado e o lucro dele obtido. 

Luta de classes

Conceito referente à luta entre a classe burguesa (responsável pela exploração) e o proletariado (aqueles que são explorados). 

Revolução proletária

Luta empreendida pelo proletariado (classe explorada) para ascender, ocupando o lugar da burguesia (classe dominante). 

Socialismo científico: conheça os principais pensadores

Os dois principais nomes do socialismo científico são: Karl Marx e Friedrich Engels.

Karl Marx (1818-1883)

Marx nasceu em 05 de maio de 1818 na cidade alemã de Tréveris e faleceu em 14 de março de 1883 em Londres. Além de filósofo, foi um economista liberal e revolucionário. Em 1843, casou-se com a crítica de teatro e ativista política alemã Jenny von Westphalen. 

Em decorrência de suas publicações com forte teor político, se tornou apátrida, vivendo em exílio com a esposa e os filhos. Descrito como uma das pessoas mais relevantes da história da humanidade, Marx tem seu trabalho bastante elogiado e também criticado. 

Friedrich Engels (1820-1895)

O filósofo e teórico Friedrich Engels nasceu em um território que atualmente faz parte da Alemanha, no dia 28 de novembro de 1820. Ele faleceu em 5 de agosto de 1895, em Londres. Engels trabalhou muito com Marx, sendo o coautor de várias de suas obras, como o “Manifesto Comunista”. 

Após o falecimento de Marx, Engels ajudou a publicar os dois volumes restantes de “O Capital”. Ele foi também responsável pela organização das notas de Marx em “Teoria sobre a Mais-Valia”. Engels era um dos nove filhos de um poderoso industrial alemão. 

Socialismo científico x socialismo utópico: quais são as diferenças?

O chamado socialismo utópico surgiu antes do socialismo científico. Fundamentou-se na busca pela igualdade entre as classes através de uma profunda mudança de consciência social. Os socialistas utópicos acreditavam que era possível instaurar um novo modelo de uma sociedade que fosse ideal.

Nessa sociedade utópica, a mudança do pensamento social levaria à conquista de mais harmonia. Eles acreditavam ser possível implementar esse modelo sem que para isso fosse necessário empreender uma luta de classes, ou seja, sem o embate entre burguesia e proletariado. 

Por sua vez, os socialistas científicos tinham uma visão menos idealizada e mais ativa da sociedade. Esse grupo acreditava ser possível implementar o socialismo tendo como base a compreensão crítica e analítica do sistema capitalista. A crítica feita pelos socialistas científicos aos utópicos é que os últimos desejavam uma mudança social, mas não apresentavam um método para que isso fosse realizado. 

Basicamente, os pensadores do socialismo científico entendiam que o socialismo utópico estava cheio de ideias fantasiosas e fora da realidade. O objetivo era oferecer uma base mais palpável para promover essa tão desejada mudança de consciência social.

Qual é a diferença entre socialismo e comunismo?

O socialismo é definido como um sistema econômico e ideológico, cujo objetivo é chegar à igualdade entre os membros da sociedade. Por sua vez, o comunismo é um sistema econômico e político que se caracteriza pela implementação das ideias socialistas na prática. Também objetiva alcançar a igualdade entre os membros da sociedade.

A classe trabalhadora ocuparia o papel de proprietário e poderia tomar decisões a respeito de temas relevantes. Uma das principais diferenças está no fato de que, no socialismo, os cidadãos tomam as decisões, mas preservam conselhos ou comunas, isto é, o governo tem um papel relevante. No comunismo, o Estado perde o seu sentido, uma vez que as decisões são tomadas coletivamente pelos trabalhadores. 

As distinções de classes não existem no comunismo, já que todos são tratados igualmente. Já no socialismo, mesmo que em menor grau, essas distinções permanecem. O comunismo prevê uma transição abrupta do capitalismo para seu modelo. O socialismo propõe uma transição gradual.

Agora você já conhece os tópicos mais importantes sobre socialismo científico!

Retornar ao Blog