09/11/2020 História

Qual foi o principal motivo da Revolução Francesa?

Escrito por Hexag Educação @hexagmedicina
Qual foi o principal motivo da Revolução Francesa?

Ao longo da história, muitas revoluções aconteceram, gerando uma série de transformações no mundo. Além das consequências, é válido entendermos também o que as causou, até como forma de compreender melhor os resultados. Se você deseja saber qual foi o principal motivo da Revolução Francesa, continue a leitura para entender o que motivou esse importante movimento.

Contextualização – O que foi a Revolução Francesa?

A Revolução Francesa aconteceu entre os anos de 1789 e 1799, marcando o fim da monarquia e a criação de uma república baseada nos princípios de liberdade, igualdade e fraternidade. Antes dessa transformação, a sociedade da França era estruturada nos moldes do feudalismo.
 
Dentro desse sistema, os bens que uma pessoa pertencia determinavam os direitos aos quais ela teria acesso. Além disso, ela permanecia toda a vida em uma mesma propriedade, a ascensão social de uma família podia levar várias gerações para acontecer.
 
A sociedade francesa era dividida em três classes, que recebiam o nome de Estados Nacionais:

  • 1° Estado – Clero (cerca de 1% da população);
  • 2° Estado – Nobreza (cerca de 1% da população);
  • 3° Estado – Burgueses, cortesãos e camponeses (98% da população).

Perceba que a maioria da população, representada pelo 3° Estado, se curvava ao 1° e 2° Estados, que não pagavam impostos, e acabava seguindo o que eles determinavam, inclusive sustentando-os. O clero e a nobreza não trabalhavam e viviam uma vida luxuosa às custas do que os demais produziam.
 
Jacques Necker, que era Ministro da Economia da França na época, chegou a propor que o 1° e 2° Estados também pagassem impostos, possivelmente por imaginar que aquela situação não poderia se sustentar por muito tempo. Entretanto, sua ideia foi totalmente rejeitada pela nobreza e pelo clero.
 
A partir de da década de 1780, essa realidade começou a mudar, pois os burgueses, cortesãos e camponeses, que representavam o 3° Estado, insatisfeitos, perceberam a força que tinham e as transformações que poderiam realizar.

Entenda qual foi o principal motivo da Revolução Francesa

Foi a partir da insatisfação do 3° Estado com os problemas políticos, sociais e econômicos que se iniciou a Revolução Francesa. Além disso, outros acontecimentos contribuíram para que a transformação começasse, como o surgimento do Iluminismo em décadas anteriores, um movimento em que pensadores e filósofos desafiavam fundamentos básicos da sociedade.
 
A junção da insatisfação com as ideias defendidas pelo movimento iluminista fez com que a sociedade percebesse que também tinha direitos, inclusive o de lutar para defendê-los. Assim, o 3° Estado começou a se movimentar e uma de suas primeiras conquistas foi a Queda da Bastilha, em julho de 1789.
 
A população se uniu para tomar a Bastilha, um local que era usado para armazenar armas e servia como prisão para os inimigos do rei. A invasão a um lugar que era um grande símbolo de opressão por parte da monarquia foi um marco histórico e é reconhecido por muitos historiadores como o início da Revolução Francesa.
 
Em agosto do mesmo ano, Marquês de Lafeyette, um oficial militar francês, escreveu a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, documento que foi aprovado pela Assembleia Nacional. Lafeyette se inspirou nos ideais de liberdade de Thomas Jefferson na Declaração da Independência dos Estados Unidos.
 
Em outubro de 1789, a França foi cenário de mais um acontecimento importante da Revolução Francesa. Uma multidão de mulheres da classe trabalhadora foi até o Palácio de Versalhes para protestar contra o alto preço do pão. Elas forçaram o rei Luís XVI e sua família a retornarem a Paris e, a partir de então, eles se tornaram prisioneiros dos revolucionários.
 
Com a aprovação da Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, o rei teve o seu poder limitado, tentou fugir do país, foi pego e teve o pouco poder que ainda lhe restava tomado. Com isso, Luís XVI foi considerado um traidor da revolução, sendo condenado à guilhotina, fato que foi consumado em janeiro de 1793.
 
Assim, podemos concluir que a resposta para o questionamento que abriu este artigo é que o principal motivo da Revolução Francesa foi a desigualdade social e a insatisfação da população em relação às injustiças.

Principais consequências da Revolução Francesa

Com a queda do absolutismo francês, a sociedade viu os privilégios da nobreza e do clero chegarem ao fim e todos passaram a ter direitos e deveres. A Revolução Francesa marcou o fim do feudalismo e o início do capitalismo no país.
 
As mudanças que ocorreram na França inspiraram movimentos em outros países, como os de independência que ocorreram na América, em especial naqueles que haviam sido colonizados pela Espanha. Outras ideias que se espalharam e que são seguidas até hoje foram a república como modelo de governo e a separação dos poderes.
 
A Revolução Francesa é um tema que costuma ser cobrado em questões do Enem e dos principais vestibulares, portanto, fique atento! Para conferir mais dicas e conteúdos, acesse outros artigos do Blog do Hexag Medicina!
 

Retornar ao Blog