18/09/2020 Português 10 minutos

Tipos de narração – Quais são as narrativas na língua portuguesa?

Escrito por Hexag Educação @hexagmedicina
Tipos de narração – Quais são as narrativas na língua portuguesa?

A Língua Portuguesa é repleta de conteúdos importantes para estudar na sua preparação para o Enem e o vestibular. Quando falamos de Literatura, vale a pena destacar as tipologias textuais, ou seja, os tipos de texto que existem. Você sabe quais são?
 
Temos a narração, um texto que é baseado em fatos; a descrição, que aborda características; e a dissertação, um texto que tem como base a argumentação. 
 
Neste artigo, queremos destacar os tipos de narração e suas características mais importantes. Continue a leitura e saiba mais!

O que é narração?

O texto narrativo é aquele que conta uma história a partir de uma sequência de fatos. Ele tem um narrador, que assume a função de apresentar os personagens, as situações, o enredo, o espaço e o tempo em que aqueles acontecimentos ocorrem. É um texto com começo meio e fim. Para isso, utiliza uma estrutura básica composta de introdução, desenvolvimento e conclusão. 
 
Uma narração pode contar uma história que aconteceu de verdade, abordar um fato fictício ou então misturar os dois elementos: a realidade e a fantasia. Geralmente, ele é escrito em prosa. 

Elementos de uma narrativa

Toda narrativa apresenta os mesmos elementos fundamentais que tornam a história coerente e interessante. São eles: espaço, tempo, enredo, personagem e narrador. Entenda melhor sobre cada um deles abaixo.

Narrador

É quem assume o papel de contar a história. Pode aparecer de uma dessa três formas: narrador observador, narrador personagem e narrador onisciente.
 
O narrador observador fala em terceira pessoa e mantém uma narrativa imparcial e objetiva. Apesar de conhecer os fatos, ele não participa da história e nem se envolve com ela. Apenas observa e revela o íntimo de cada personagem. 
 
O narrador personagem aparece em primeira pessoa e mostra o seu ponto de vista da história, trazendo à tona suas emoções. Por participar da narrativa, ele não conhece o íntimo de todos os personagens, então seu enredo fica limitado. 
 
O narrador onisciente pode usar a terceira ou a primeira pessoa para contar a história. Há momentos, inclusive, em que a voz dele se confunde com a dos personagens, já que ele conhece todos e tudo nos mínimos detalhes.

Personagens

São aqueles que participam da história e fazem ela acontecer. Podem ser pessoas, animais, seres fictícios. Tem os protagonistas, que lutam em busca de um objetivo, e os antagonistas, que dificultam esse percurso. Os personagens secundários desempenham papéis menores, mas são muito importantes para a história.

Enredo

É o conjunto de fatos que constrói a narração. É formado pelos acontecimentos vivenciados pelos personagens. 

Espaço

É o local onde se passa a história. Pode ser um espaço físico, um espaço social ou um espaço psicológico. 

Tempo

É referente aos momentos em que os fatos acontecem. Pode ser cronológico (uma sequência temporal) ou psicológico (contado conforme as memórias do personagem).

Quais são os tipos de narração?

Os tipos de narração costumam se dividir em romance, novela, conto, crônica e fábula. Saiba mais sobre cada um deles.

Romance

O romance é uma narrativa ficcional que apresenta vários acontecimentos ao longo da trama. Ele possui um núcleo principal, mas que não é o único. É um texto longo, com vários personagens e detalhes.

Novela

A novela também conta com vários personagens e um enredo longo, mas não tão longo quanto o romance. Os fatos acontecem em uma sequência temporal bem marcada. Geralmente tem só um núcleo e acompanha a trajetória de apenas um personagem principal. 

Conto

O conto é um texto mais curto, com menos personagens, apenas um núcleo e se passa em um tempo reduzido. Pode relatar situações da vida real ou ter um caráter fantástico, assim como pode se passar em um tempo cronológico ou psicológico.

Crônica

A crônica é uma narrativa mais informal que costuma falar sobre fatos do dia a dia, o cotidiano das pessoas e situações que já presenciamos. Pode se utilizar de ironia e, às vezes, até do sarcasmo. Não se passa em um período de tempo tão longo quanto o romance e a novela, geralmente é um tempo curto de minutos ou de horas.

Fábula

Suas características em extensão e narrativa são semelhantes às do conto. O maior diferencial está no objetivo do texto, que é ensinar algo ou dar uma lição de moral. Além disso, os personagens costumam ser animais com comportamento e socialização semelhantes ao dos seres humanos.

Como é a estrutura do texto narrativo?

Em geral, o texto narrativo conta com a estrutura abaixo.
 
Introdução: é quando apresentamos os principais elementos da narrativa para contextualizar o leitor.
 
Desenvolvimento: traz o desenrolar da história, o desdobramento dos acontecimentos e os conflitos que o autor deseja apresentar. 
 
Clímax: aquele momento em que acontece algo ou uma revelação marcante que impacta o leitor, é um fato surpreendente, o ápice da história. 
 
Desfecho: é o fim da narrativa, quando o autor dá um rumo final à história. 
 
Agora você já sabe mais sobre os tipos de narração e as características dessa tipologia textual. Quer ficar por dentro de outros assuntos relacionados ao Enem e ao vestibular? Acesse o Blog do Hexag Medicina e confira nossos artigos. 

Retornar ao Blog