04/05/2022 Saúde

Qual é o correto, sistema digestório ou digestivo?

Escrito por Hexag Educação @hexagmedicina
Qual é o correto, sistema digestório ou digestivo?

De acordo com a nova nomenclatura, o correto é sistema digestório. Embora o sistema digestivo já tenha sido utilizado, compreende-se que digestório é mais efetivo para nomear essa parte tão relevante do corpo humano. Continue lendo para entender mais sobre essa alteração de nomenclatura.

O que é sistema digestório?

O sistema digestório tem como função realizar a digestão dos alimentos a partir da quebra dos mesmos em partes menores. Essa quebra permite que os nutrientes possam ser absorvidos pelo organismo. O processo de digestão pode levar entre 12 e 24 horas, isso depende da massa corporal do indivíduo ou do que ele consumiu. 

Por que sistema digestório e não digestivo?

Para entender porque ocorreu essa mudança é importante conhecer o conceito de digestivo. Basicamente, digestivo é o que tem fácil digestão, assim como comunicativo é aquele que se comunica com facilidade.

Da mesma forma, para abrir o apetite não tem nada melhor do que um aperitivo. Quando uma pessoa age sem pensar, podemos dizer que é alguém intempestivo, certo? Já aquele que sempre nos ajuda é prestativo. 

Percebeu que todas essas formas têm o sufixo “ivo”? De acordo com a Semântica, esse sufixo nos indica aquele ou que apresenta tendência de ser similar a outro ser. Com esse sufixo podemos criar adjetivos derivados de verbos, como: lucrar – lucrativo; nutrir – nutritivo; comunicar – comunicativo. Também podemos criar adjetivos a partir de substantivos com esse sufixo como: festa – festivo; senso – sensitivo.

A partir do que explicamos acima fica fácil entender que digestivo é aquilo que facilita a digestão e ajuda a realizá-la com segurança. Você provavelmente já ouviu falar em chá digestivo ou produto digestivo (produto com função de ajudar na digestão). Porém, durante muito tempo se utilizou equivocadamente a nomenclatura sistema digestivo, quando o mais correto é digestório.

Por que digestório é o mais correto?

A palavra digestório tem o sufixo “ório”, que indica a qualidade de lugar. Existe o escritório, o lavatório, o consultório, entre outros. Algo similar acontece com o sufixo “ério”, que pode ser usado para necrotério e cemitério, e com o sufixo “ouro”, que pode ser usado para ancoradouro e sangradouro.

O sufixo “ório” é polivalente, sendo derivado do latino “oriu”, que gera substantivos ou adjetivos que indicam aspecto. Dessa forma, digestório indica o local em que ocorre a digestão. Para que fique mais clara a efetividade, devemos nos lembrar também que há aparelhos circulatório e respiratório. 

Órgãos do sistema digestório

Agora que já sabemos que é sistema digestório e não digestivo, vale a pena conhecer um pouco mais sobre os seus órgãos. 

Boca

A cavidade bucal ou simplesmente boca é onde acontece a primeira etapa do processo do sistema digestório. Os alimentos são ingeridos, mastigados e transformados, com o auxílio das glândulas salivares, em bolo alimentar. Em seguida, são direcionados para a faringe em que terá início o processo de deglutição. A digestão química dos carboidratos acontece na boca. 

Faringe

A faringe consiste em um tubo muscular membranoso que, quando recebe o alimento, o transporta para o esôfago. Comunica-se com a boca pelo istmo da garganta e com o esôfago na outra extremidade. Durante o processo, a epiglote fecha a comunicação com a laringe para que o alimento não entre nas vias respiratórias. O bolo alimentar entra no esôfago em até 2 segundos. 

Esôfago

Trata-se de um tubo que se estende da laringe até o estômago e possui aproximadamente 25 cm de comprimento. É responsável pelos movimentos peristálticos (contrações involuntárias) que conduzem o bolo alimentar para o estômago, de maneira que a digestão aconteça como deve. 

Estômago

No estômago é produzido o suco gástrico que consiste em um líquido ácido e corrosivo que ajuda na fragmentação e deturpação de proteínas. Também age sobre alguns lipídios, favorecendo a absorção de substâncias e matando bactérias. O estômago fica localizado no abdômen, abaixo do diafragma. É dividido em quatro áreas principais: cárdia, fundo, corpo e piloro. 

Após a conclusão do processo realizado pelo estômago, o bolo alimentar é convertido em quimo, um tipo de massa branca e espumosa que é conduzida em partes até o intestino delgado. 

Intestino delgado

Esse órgão é responsável pela principal etapa da digestão, a absorção de nutrientes provenientes dos alimentos. Está localizado próximo do intestino grosso e é dividido em três partes: duodeno, jejuno e íleo.

Depois de ser sintetizado, o quimo chega ao duodeno e com o auxílio do suco gastrointestinal converte proteínas em aminoácidos. O quimo é transformado também pelo suco pancreático, líquido sintetizado pelo pâncreas. 

Com a absorção dos nutrientes feita, as substâncias que não têm serventia para o organismo são transformadas no chamado “quilo”. Trata-se de uma pasta grossa e esbranquiçada que é encaminhada ao intestino grosso.

Intestino grosso

Maior que o delgado, o intestino grosso possui aproximadamente 6,5 centímetros de diâmetro e 1,5 metros de comprimento. Tem como função absorver a água, decompor e fermentar os restos alimentares através da formação e eliminação das fezes. Esse intestino está dividido em três partes: ceco, cólon e reto. 

A primeira parte é o ceco, cuja função é a de receber o “quilo” que vem do intestino delgado, dando início ao processo de absorção da água e nutrientes. O segundo é o colo que constitui a maior parte do intestino grosso.

Nessa parte as substâncias que não foram digeridas ficam durante horas preenchendo as porções da curva sigmóide e do reto. Por fim, são eliminadas na forma de fezes. 

Agora você já sabe porque o sistema digestório é chamado dessa forma e conhece os seus órgãos!

Retornar ao Blog