23/04/2021 Saúde

Saúde mental na pandemia – Quais os impactos?

Escrito por Hexag Educação @hexagmedicina
Saúde mental na pandemia – Quais os impactos?

A pandemia do coronavírus (Covid-19) trouxe muitas implicações para a vida das pessoas. De repente, todos precisaram ter que lidar com o medo de ser contaminado, a impossibilidade de encontrar entes queridos, de colocar planos pessoais em prática e, em muitos casos, até mesmo de trabalhar. Por tudo isso, precisamos falar sobre saúde mental na pandemia, um assunto que sempre foi importante e que agora se tornou urgente.

Impactos para a saúde mental na pandemia

Ansiedade, depressão e outros transtornos já eram considerados como problemas comuns ao século XXI. Com a pandemia, todos eles tiveram um aumento significativo devido às implicações que o vírus trouxe para a vida das pessoas.

Como o distanciamento social é a principal forma de conter o vírus, aqueles que tinham trabalhos que envolviam aglomerações se viram sem o seu ganha-pão. A crise econômica trouxe incertezas para empresas de todos os portes. Isso sem contar no medo de se contaminar e de perder amigos e familiares.

Em momentos delicados da vida, poder contar com o apoio dos entes queridos é muito importante. Na pandemia, muitos ficaram impossibilitados de encontrar membros da família, especialmente os idosos, exatamente para protegê-los e evitar a contaminação.

Para finalizar, todas essas transformações aconteceram de forma rápida e sem qualquer previsão para terminar. Perceba que se trata de uma sucessão de elementos que provocam uma carga emocional muito grande, especialmente em indivíduos mais vulneráveis.

Com isso, a saúde mental da população, de modo geral, acabou sendo drasticamente impactada, intensificando quadros de ansiedade, depressão e outros problemas já existentes, e acometendo cada vez mais pessoas.

Assim como o vírus, os transtornos mentais são invisíveis, mas extremamente danosos se não forem tratados. Por essa razão, é muito importante que esse assunto seja debatido para que as pessoas procurem ajuda ao se perceberem sem ânimo por períodos prolongados.

Dicas para cuidar da saúde mental na pandemia – Especial para vestibulandos

Se você está se preparando para o vestibular e o Enem, deve cuidar da sua saúde mental. Afinal de contas, precisa estar se sentindo bem consigo mesmo e confiante para ter um bom desempenho nas provas e conquistar a sua vaga na universidade. Veja, a seguir, a seleção de dicas que preparamos para te ajudar nessa importante missão.

1. Concentrar-se no que está ao seu alcance

Assim como em outras situações da vida, a pandemia envolve circunstâncias que estão ao seu alcance controlar e outras em que isso não é possível. Ter clareza em relação a esses dois tipos de acontecimentos permitirá que se concentre no que realmente pode mudar.

Você não tem como controlar o vírus, o dia em que será vacinado e quando tudo voltará ao normal. Contudo, pode escolher se proteger, direcionar seu tempo para os seus estudos e se preparar para o Enem e o vestibular. Parece que não, mas essa mudança na sua forma de pensar fará uma grande diferença em seu estado de espírito.

2. Conversar sobre o que está sentindo

Evite guardar para si as suas angústias e inseguranças. Desabafe com amigos e familiares, nessas horas, a tecnologia se mostra como uma grande aliada para encurtar distâncias e permitir que se comunique com pessoas que não pode ver pessoalmente.

Vale destacar que a psicoterapia é um excelente recurso para atravessar este momento desafiador. Muitos profissionais estão atendendo online, o que facilita muito. Inclusive, em várias regiões do Brasil há psicólogos oferecendo atendimento gratuito e a preços mais acessíveis.

3. Manter-se informado, mas sem excessos

Manter-se informado é muito importante, especialmente para vestibulandos, já que temas da atualidade costumam aparecer em questões das provas e serem temas da redação. Entretanto, isso não significa que precise ficar o tempo todo consumindo notícias trágicas. Encontre uma forma de se manter ciente do que está acontecendo no Brasil e no mundo, mas faça isso de modo equilibrado.

4. Mantenha uma rotina

O fato de muitas pessoas estarem em casa faz com que acabem deixando de seguir uma rotina e, a longo prazo, isso pode ser bastante prejudicial. Então, mesmo que não tenha horários a cumprir, defina as suas próprias tarefas. Assim, conseguirá manter a sua produtividade e ter tempo para cuidar de si e realizar atividades que promovam o bem-estar.

5. Invista em um bom cursinho online

Antes mesmo da pandemia, os cursinhos online já se mostravam como excelentes opções para se preparar para o Enem e o vestibular. A praticidade de poder assistir às aulas em casa e no tempo livre dá mais liberdade ao estudante.

Levando isso para o campo da saúde mental, o fato de ser aluno de uma instituição de qualidade e com expertise em ensino online, confere mais tranquilidade e confiança. E, quanto mais confiante se sentir, mais irá se engajar nos estudos e ocupar a mente, o que é muito bom para lidar com os desafios da pandemia.

Esperamos que as dicas apresentadas sejam úteis e te ajudem a cuidar da saúde mental na pandemia. Para mais conteúdos informativos, navegue pelo blog do Hexag Medicina!

Retornar ao Blog