07/07/2021 Dicas para o vestibulando

Como funciona o método Pomodoro de estudo?

Escrito por Hexag Educação @hexagmedicina
Como funciona o método Pomodoro de estudo?

O método Pomodoro foi desenvolvido pelo italiano Francisco Cirillo, em 1988, e se trata de uma metodologia de gerenciamento do tempo. Essa técnica pode ser aplicada para a realização de inúmeras tarefas, como o estudo, por exemplo. Continue lendo para conhecer mais sobre o método e como aplicá-lo a sua rotina de estudos.

Método Pomodoro: o livro

Francisco Cirillo lançou um livro chamado “The Pomodoro Technique”, em que definiu esse método como uma forma de utilizar o tempo como aliado da produtividade. A ideia é fazer aquilo que queremos fazer da maneira que queremos fazer. O uso dessa técnica permite a capacitação contínua para a melhoria dos processos.

Com esse método, é possível não apenas saber quantas atividades foram realizadas como também a qualidade de cada uma. Também se torna possível medir aquilo que vem atrapalhando a concretização das tarefas.

Método Pomodoro aplicado aos estudos

O método Pomodoro é um excelente aliado para a otimização do seu tempo de estudos. Funciona muito bem para pessoas com tendência de procrastinação, aquelas que adiam constantemente o que precisam fazer. Essa técnica pode ser utilizada por estudantes que estão se preparando para o vestibular, ajudando-os a estudar sem deixar que o cansaço atrapalhe seu rendimento.

Como funciona o método Pomodoro?

Em italiano, a palavra pomodoro significa tomate. O nome da técnica é uma referência aos temporizadores de cozinha que possuem o formato da fruta. No método, se refere ao tempo destinado para a realização de uma determinada atividade.

O pomodoro é dividido em quatro pomodoris e cada uma das partes é equivalente a 30 minutos. Para utilizar a técnica é necessário ter um timer ou despertador, que pode ser o do celular e um papel ou software de anotação no celular/computador para anotar as atividades a serem realizadas.

Esse método é bastante simples e tem duração de duas horas. Para começar, realize uma atividade por 25 minutos. Ao acabar esse tempo, descanse por cinco minutos. Repita esse procedimento de 25 minutos de trabalho e cinco minutos de descanso até completar o período de duas horas. A recompensa de concluir o período todo é ter meia hora de descanso.

É importante destacar que, independentemente de a tarefa durar 25 minutos, é necessário se manter focado durante esse tempo. Caso termine antes, é interessante dar início à atividade seguinte ou se durar mais não deixe de fazer a pausa, continuando no período seguinte.

Os descansos do método Pomodoro

Os intervalos de descanso do método Pomodoro não devem ser utilizados para atividades que demandem grande esforço mental. Lembre-se de que esse tempo é necessário para que a sua mente se reorganize e possa integrar aquilo que aprendeu. Se não respeitar o caráter de descanso do intervalo você pode não estar pronto para o próximo período Pomodoro.

O intervalo pode ser usado para comer alguma coisa, beber um copo de água, se alongar, dar uma olhadinha nas redes sociais ou outra atividade que não demande muito esforço mental.

Anote as interrupções

Não é possível ter controle sobre tudo e todos, dessa forma, interrupções podem ocorrer. O ideal é anotar todas as vezes que for interrompido por algo ou alguém. O criador do método sugere que seja feita uma anotação ao lado da atividade que foi interrompida.

É importante citar, ainda, que há interrupções internas e externas. As interrupções internas são aquelas feitas por você mesmo, sabe quando você está estudando e de repente se lembra de algo que não tem relação com a disciplina? Quando sente fome ou precisa ir ao banheiro também está fazendo uma interrupção interna.

Já as interrupções externas ocorrem quando outras pessoas ou acontecimentos tiram a sua concentração. O carteiro pode bater para fazer uma entrega, alguém pode ligar no seu celular, uma notificação de e-mail pode chamar sua atenção, entre outras.

A anotação do tipo de interrupção é interessante para você saber quantas e de que tipo foram. A partir desses dados, descobrirá qual tipo de interrupção mais tira a sua atenção daquilo que precisa fazer.

Como usar o método Pomodoro para estudar para o Enem?

Estudantes podem usar o método Pomodoro para se preparar para o Enem, garantindo, assim, dias de estudos mais produtivos. Imagine um estudante que escolhe estudar biologia em um dia. Para realizar esse estudo com o método, o ideal é dividir os pomodoris em temas da disciplina.

A organização pode definir para o primeiro pomodori (25 minutos) um tema de Ecologia, como o Ciclo da Água. O segundo pomodori (25 minutos) pode ser de Anatomia Humana, com o tema do Sistema Nervoso. O terceiro pomodori (25 minutos) pode ser dedicado ao estudo do tema DNA da Genética. Por fim, o quarto pomodori (25 minutos) fica para o estudo de Biologia Celular – Estruturas de Célula.

Quais são as vantagens de utilizar o método Pomodoro?

De acordo com o criador da técnica, é possível aliviar a ansiedade e se tornar mais focado na atividade. Ela também permite potencializar a conscientização das decisões e aumentar a motivação constante. Oferece o reforço da determinação para alcançar seus objetivos, melhora o processo de estudo e o desempenho em atividades complexas.

Vale a pena testar o método Pomodoro para ajudar no seu estudo! Para conferir mais dicas e conteúdos informativos, navegue pelo blog do Hexag Medicina!

Retornar ao Blog